a informação essencial
Pub

Mercado à Moda Antiga em Oliveira de Azeméis

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

De 20 a 21 de maio

Está aí à porta mais um Mercado à Moda Antiga (MMA). Tido como o maior evento cultural e associativo de terras de La Salette e um dos com maior expressão na Área Metropolitana do Porto, o MMA vai para a sua 21.ª edição e terá representada pela primeira vez a região espanhola da Galiza, prometendo fazer reviver, mais uma vez, as artes do moleiro, da lavandeira, da padeira, entre outras, no centro histórico da cidade de Oliveira de Azeméis.
Este ano, uma das novidades do Mercado à Moda Antiga, com transmissão televisiva no programa da RTP “Aqui Portugal” no dia 20, é o Encontro Internacional de Concertinas, organizado pelo grupo “Música, Acordes e Tradições em parceria com a câmara municipal, que, além de ser uma montra das tradições e costumes da população há mais de um século, procura ser também um meio de difusão da riqueza etnográfica e popular. 
O objetivo é, segundo nota informativa do gabinete de comunicação da autarquia oliveirense, reunir o máximo de executantes e amantes da concertina, criando uma simbiose entre os grupos locais e os milhares visitantes que são esperados à volta deste instrumento incontornável da cultura musical popular.
Contando com mais de 300 concertinas, o MMA vai ter também a presença do italiano Dino Baffetti no sábado, expoente máximo na construção de concertinas e acordeões e que proporcionará momentos inesquecíveis, quer promovendo uma oficina, quer ensinando como se constrói e toca este instrumento de música semelhante a um pequeno acordeão.
A edilidade tem confirmado já outro nome importante, o campeão do mundo de acordeão diatónico, Alessandro Gaudio.

GNR atuam no domingo

Outro dos trunfos deste MMA é a atuação dos GNR, que vão apresentar-se em palco com Isabel Silvestre no tema musical “Pronúncia do Norte” e ainda ter a colaboração da Banda de Música de Pinheiro da Bemposta com mais de 75 músicos”, no domingo.
Segundo o autarca Isidro Figueiredo, “tudo se conjuga para que a edição deste ano do Mercado à Moda Antiga seja de novo um sucesso, não só pela qualidade do evento, mas também pelo programa de animação e pelo aumento do número de associações presentes” em comparação com o ano transato, conforme refere o comunicado.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas