a informação essencial
Pub

Governo questionado sobre “falta de pessoal” no CHEDV

Partilha

Após visita ao Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira, o Grupo Parlamentar do CDS-PP refere - em comunicado remetido ao labor - ter tido conhecimento de “que estão pendentes de aprovação vários pedidos para contratação de 40 assistentes operacionais, 10 assistentes técnicos, cerca de 10 enfermeiros e ainda quatro técnicos de diagnóstico e terapêutica”.
“Os pedidos, alguns deles já feitos há alguns meses, têm a ver com substituições relativas a gravidez de risco, licenças parentais, doença prolongada e rescisão de contratos”, concretiza, acrescentando que neles se incluem “contratos temporários até março para oito enfermeiros e oito assistentes operacionais, no âmbito do plano de contingência relativo à época de inverno, em que a afluência aos hospitais aumenta devido à gripe sazonal”.
Na sequência, os deputados à Assembleia de República João Almeida e António Monteiro questionaram os ministros da Saúde e das Finanças, Adalberto Campos Fernandes e Mário Centeno respetivamente, sobre se estavam a par desta necessidade a nível de recursos humanos do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV).
Os parlamentares centristas quiseram saber também “quantos destes pedidos aguardam resposta nos serviços de cada um dos ministérios, por que motivos não foram ainda dadas as respetivas autorizações e quando se prevê que isso aconteça” e ainda “quando preveem aprovar os pedidos feitos no âmbito do plano de contingência e, por isso mesmo, urgentes”.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas