a informação essencial
Pub

Susana Lamas levou a Linha do Vouga e a EN 223 ao Parlamento

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

A deputada sanjoanense Susana Lamas, eleita pelo PSD em Aveiro, acusou esta segunda-feira o ministro do Planeamento e das Infraestruturas de ter esquecido o sul da Área Metropolitana do Porto.
Referindo-se mais concretamente aos investimentos na requalificação da Linha do Vale do Vouga e na modernização da Estrada Nacional (EN) 223 durante a sua intervenção no debate, na especialidade, das propostas de Orçamento do Estado (OE) e Grandes Opções do Plano para 2018.
“O senhor ministro afirmou que o investimento na ferrovia é uma prioridade do atual Governo. Mas, lamentavelmente, no Plano de Ferrovia 2020, com intervenções orçadas em 2,7 mil milhões de euros, não incluiu a requalificação e modernização da Linha do Vouga”, disse Susana Lamas.
A deputada social-democrata entende que “destinar uma pequena parte desta verba para a requalificação e modernização da Linha do Vouga, beneficiando os municípios de Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Espinho, Albergaria-a-Velha, Águeda e Aveiro, fortemente industrializados, exportadores e com enorme peso na economia nacional, não será, certamente, um valor significativo”.
Na sua intervenção, Susana Lamas exigiu, em nome do seu partido, “saber se vai cumprir a resolução aprovada nesta Assembleia a 20 de setembro, ou seja, se vai ou não promover a requalificação e modernização da Linha do Vouga e se vai ou não incluir esta obra no Plano de Ferrovia 2020”.
A modernização da EN 223 “trata-se de uma obra que já estava em concurso no anterior Governo, sendo de extrema importância para esta região, pois serve o eixo industrial que envolve Santa Maria da Feira, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca, onde passam diariamente milhares de viaturas, que sofrem graves constrangimentos em hora de ponta”, salientou Susana Lamas.

PSP sanjoanense “tem vindo a registar uma perda significativa de efetivos”
A deputada Susana Lamas apontou a perda significativa de efetivos na PSP sanjoanense esta terça-feira durante o debate do Orçamento.
“A esquadra da PSP de S. João da Madeira tem vindo a registar uma perda significativa de efetivos e tal acontece porque não se está a ter em consideração o caso concreto do concelho, não se está a atender à sua particularidade”, disse Susana Lamas.
A deputada sanjoanense deu a entender a Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, que “esta redução de efetivos, a manter-se, poderá pôr em causa o regular funcionamento da esquadra” e do próprio concelho.
Susana Lamas também lamentou que o Governo “mantenha inalterada a verba destinada aos incentivos à imprensa regional” e a “inexistência de qualquer referência no relatório do OE para 2018 a medidas destinadas à comunicação social”.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas