a informação essencial
Pub

CDU retoma “Passeios de Domingo”

FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Em comunicado, a Comissão Coordenadora de S. João da Madeira da CDU avança que no passado dia 5, cerca de um mês após as autárquicas, os seus eleitos e ativistas retomaram os “Passeios de Domingo” para continuar a chamar à atenção para “as assimetrias e os desleixos” da cidade.
Desta última visita sobressaíram “dois assuntos que a autarquia sanjoanense continua a não dar resposta”, dizem os comunistas, referindo-se a uma situação que tem a ver com a ampliação para Sul da Zona Industrial (ZI) das Travessas e o espaço envolvente e a uma outra relativa a um terreno particular situado a cerca de 500 metros do Fórum Municipal, confrontante com o Parque Urbano do Rio Ul, com o “Ever Hotel” e a Rua Vasco da Gama.
Relativamente ao primeiro caso, a CDU alerta para o facto de este novo espaço da ZI ter “um arruamento, recentemente construído, carregado de lama, com os esgotos pluviais ensoreados pelas areias e terras originadas pelas primeiras chuvas “light” deste inverno que ainda não chegou”. Além disso, “tem, incompreensivelmente, elementos das infraestruturas de eletricidade, como cabos de cobre e alojamentos para postos de transformação, a degradarem-se pelo vandalismo, pela possibilidade de furto e pela falta de zelo na sua manutenção e guarda”, acrescenta a coligação, afirmando ainda que “é surpreendente como alguns dos lotes se encontram carregados de vegetação selvagem, criando problemas de insalubridade e segurança, em caso de incêndio, à pacata vizinhança do lugar da Pedra Branca de Macieira de Sarnes, e um deles estar a receber esgotos de águas negras a céu aberto”.
No que concerne ao terreno privado, “as silvas estão enormes e a fauna residente é incómoda para os vizinhos”, uma “situação de desleixo” que, na sua ótica, “não deve continuar a ser ignorada pela nossa câmara como tem sido até aqui”.


Espaço do Munícipe
Entretanto, os ativistas da CDU continuam a receber todos os que lhes queiram pôr os seus problemas, às segundas-feiras entre as 18h00 e as 19h00, na Rua Alão de Morais n.º 526, 1.º andar. “Humanizar a cidade!”, que serviu de slogan de campanhas nas eleições de 1 de outubro, continua a ser o seu desiderato.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas