a informação essencial
Pub

“A CDU estará sempre presente e interventiva”

Partilha

Após as eleições autárquicas realizadas a 1 de outubro deste ano, “a CDU saúda todos aqueles que acreditaram no seu projeto. Saúda, igualmente, todos os munícipes que, com igual postura participativa, se tenham inteirado dos projetos que lhes foram propostos para o concelho/freguesia e se tenham dirigido às urnas para expressar uma opção concentrada na cidade/freguesia”, começa por dizer a força política em comunicado.
“A CDU foi, desde sempre, uma força política presente e ativa; estudiosa dos problemas do concelho e das suas dinâmicas, visando e propondo soluções, independentemente de ter mais ou menos eleitos. Sempre que a CDU, ou qualquer dos seus candidatos, foram questionados sobre as razões da candidatura, a resposta situou-se na decisão de um coletivo, afastando quaisquer motivações pessoais, mas, mais do que uma razão coletiva, cada candidato apenas cumpriu uma obrigação participativa”, continua.
A CDU “não dispondo de meios ou de verbas para uma comunicação dispendiosa — de grandes “outdoors” e outros meios —, conseguiu, mesmo assim, dar a conhecer o seu programa, porta a porta, orientando a campanha, mais para informar do que para induzir. Temos orgulho no trabalho que desenvolvemos e consideramo-lo, em termos de postura municipal e eleitoral, uma referência pedagógica e cívica. A CDU frisou bem a importância de haver um equilíbrio representativo na câmara municipal, sem bloqueios políticos prejudiciais para a cidade”, lê-se no comunicado.
“A CDU não falhou — passou bem a sua mensagem — e acredita que os munícipes a compreenderam, mas os resultados não favoreceram o projeto da CDU. Os resultados contrariam o equilíbrio representativo, plural, que ainda prevalece na Assembleia da República, através do qual — e apenas do qual —, com a intervenção empenhada do PCP e do PEV, o país vem saindo do obscurantismo social para o qual foi desterrado, sob assombros anticomunistas, pelas “maiorias” da “alternância governativa””, esclareceu.
“Com o empenho de sempre, ainda que com menos eleitos, a CDU estará sempre presente e interventiva, sobretudo, quando as opções dos poderes locais, agora eleitos, fizerem perigar os interesses e direitos legítimos da cidade e dos munícipes ou, simplesmente, não forem as melhores”, concluiu a força política em comunicado.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas