a informação essencial
Pub

“Se não formos diferenciadores, não estaremos na linha da frente”

FOTO: Diana Familiar
Partilha

A sessão “Como projetar uma cidade?”, organizada pela candidatura socialista, teve como convidado Artur Neves, presidente da Câmara Municipal (CM) de Arouca, no dia 13 de julho, pelas 21h30, no Museu da Chapelaria.
O convidado Artur Neves foi descrito por Jorge Sequeira, candidato do PS à CM de S. João da Madeira, como “um autarca modelo” que conseguiu colocar Arouca “não só no mapa de Portugal, mas do mundo”. E, ao mesmo tempo, “devolver o orgulho e o prestígio aos arouquenses”.
Um feito possível porque “teve uma visão de futuro”, afirmou Jorge Sequeira, recorrendo ao slogan da candidatura socialista que “não foi escolhido ao acaso”.
Na maneira de ver do candidato socialista, a cidade sanjoanense precisa de “dar um salto, projetar-se e encontrar uma visão e uma estratégia a médio e longo prazo para ficar na linha da frente”.
A história de S. João da Madeira demonstra que os sanjoanenses sempre foram “pessoas com visão de futuro” e capazes de tomar “decisões ousadas e arriscadas”, indicou Jorge Sequeira, recorrendo a factos históricos como a Emancipação Concelhia sanjoanense, depois de ter pertencido a Oliveira de Azeméis, e a construção de equipamentos na cidade.
“As cidades vão sofrer choques profundos no futuro” pelo é preciso ter “uma equipa na CM a antecipar os grandes desafios colocados à cidade”. Desde a revolução da indústria 4.0, à tecnológica e à demográfica, mencionou Jorge Sequeira, considerando que “se só andarmos preocupados com as questões do dia a dia não vamos a lado nenhum”.
O candidato socialista acredita que “temos condições para criar coisas únicas com os nossos recursos” e vai mais longe ao considerar “imperdoável que certas coisas não aconteçam em S. João da Madeira”, sem revelar, para já, quais especificamente.
Como S. João da Madeira é o município mais pequeno do país, “os políticos que governam esta cidade têm a obrigação de serem os melhores do país”, disse Jorge Sequeira.
O candidato socialista apenas adiantou que irá apresentar “uma equipa e um programa eleitoral qualificados” para S. João da Madeira.

Arouca é a única vila da Área Metropolitana do Porto. “E assim queremos continuar”
O convidado Artur Neves é autarca de Arouca, a única vila da Área Metropolitana do Porto. “Somos o único município da Área Metropolitana do Porto que mantém o estatuto de vila e assim queremos continuar” como “símbolo histórico com ligação entre o rural e a urbe”, salientou o autarca arouquense.
O destaque dado a Arouca a nível nacional e internacional foi despoletado por “algo que nos distingue dos outros municípios”, assumiu Artur Neves.
A vila de Arouca distingue-se pelo Mosteiro de Arouca e pela gastronomia arouquense. Depois, em grande parte, pelo Arouca Geopark reconhecido pela Rede Europeia e Global de Geoparques e pela UNESCO Global Geoparks.
A vila de Arouca foi colocada mais recentemente nas “bocas” do mundo pelos Passadiços do Paiva, uma das maiores atrações de Portugal que tem recebido visitantes do mundo inteiro.
Os Passadiços do Paiva vão ter “a maior ponte suspensa da Europa”, deu a conhecer o autarca. Um projeto inovador e ousado que deu “uma projeção a Arouca numa escala que nunca imaginámos”, assumiu Artur Neves.
O autarca arouquense descreveu Jorge Sequeira como um candidato que tem “um ideal ajustado aos tempos que correm para a sua cidade”. “Se não formos diferenciadores, não estaremos na linha da frente”, assumiu Jorge Sequeira depois da intervenção de Artur Neves.
Após as intervenções de Jorge Sequeira e Artur Neves, a plateia colocou algumas questões, contribuiu com algumas opiniões relativas à cidade e à candidatura socialista para as eleições autárquicas de 2017.




Sessão sobre o Estado com a ministra Maria Leitão Marques
A próxima sessão aberta da candidatura socialista sobre “O Estado: Participação e Simplificação” realiza-se amanhã, dia 21 de julho, pelas 21h30, no Museu da Chapelaria.
A convidada é Maria Manuel Leitão Marques, Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas