a informação essencial
Pub
Partilha

Mudança de instalações vem dar resposta a “várias necessidades”

Tags

CPCJ muda-se para a Casa das Associações

FOTO: Gisélia Nunes
Partilha

Mudança de instalações vem dar resposta a “várias necessidades”

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de S. João da Madeira vai mudar-se do rés-do-chão do n.º 162 da Rua dos Sapateiros, nas imediações da Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior, para a Casa das Associações, na Avenida Dr. Renato Araújo.
Para já ainda não há uma data para a mudança, mas tudo indica que pode ser “para breve”. Até porque - como fonte da autarquia adiantou em exclusivo ao labor - encontra-se a ser finalizado pelo Município sanjoanense “o processo de instalação de novas associações/instituições” naquele edifício camarário, uma das quais a CPCJ.

“O ideal era afetar todo um piso” à CPCJ
O assunto não é novo. Veio a público recentemente pela voz do autarca Jorge Sequeira, quer em reunião de câmara, quer em sessão de Assembleia Municipal. E a própria CPCJ tem vindo a propalar esta “necessidade” ao longo dos últimos anos. Aliás, segundo a presidente da CPCJ, as “negociações” no sentido de umas novas instalações “iniciaram-se com o executivo camarário anterior”.
Também de acordo com Micaela Marques, “esta mudança prende-se com várias necessidades”. Com esta ida para a Casa das Associações, a instituição vai passar a dispor de “mais gabinetes de atendimento livres de papéis e processos e de um gabinete de trabalho em ‘open space’ para os técnicos, que diariamente se dirigem à CPCJ conforme os seus tempos de afetação, trabalharem sem ocuparem os gabinetes de atendimento”. Além disso, vão ser garantidas “privacidade às famílias que se deslocarem à CPCJ e maior segurança aos técnicos que ali trabalham, na medida em que o local onde a CPCJ se encontra atualmente é muito visível e, simultaneamente, muito isolado”.
Quanto a esta ser a melhor solução ou não, a responsável referiu que tudo “depende, efetivamente, do espaço que nos vão disponibilizar”, uma vez que, de acordo com as necessidades e os constrangimentos da CPCJ, o ideal era afetar todo um piso da Casa das Associações a esta CPCJ, conforme proposta apresentada por esta entidade”.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas