a informação essencial
Pub
Partilha

Depois do sarau de fim do ano letivo, foi a vez de as disciplinas de Pintura e Artes Manuais, Literatura e História mostrarem trabalho

Tags

Universidade Sénior mostra trabalho

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Depois do sarau de fim do ano letivo, foi a vez de as disciplinas de Pintura e Artes Manuais, Literatura e História mostrarem trabalho

No passado dia 30 de junho, foi inaugurada, na sala de exposições da Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo, sob o patrocínio deste equipamento camarário, a exposição “Cores que voam”, composta por trabalhos realizados nas aulas de Pintura e Artes Manuais da Universidade Sénior (US) do Rotary Club de S. João da Madeira.
Com a participação de muito público, a cerimónia contou com a presença do vice-presidente da câmara, Paulo Cavaleiro, da presidente da junta de freguesia, Helena Couto, e de Suzana Menezes, responsável pela divisão de Cultura da edilidade.   A representar o clube rotário sanjoanense estiveram Conceição Laranjeira e João Garrau, os agora “past president” (2016/2017) e presidente (2017/2018), respetivamente.
Esta mostra, segundo nota informativa remetida ao labor, foi apresentada pela diretora da US, Susana Silva, que enalteceu os quinze alunos das duas disciplinas, bem como os respetivos professores - Mónica Coutinho e Jorge Miguel, no caso da Pintura, e Alice Amaral e Adelaide Ferreira, no das Artes Manuais. Também os restantes oradores reconheceram a excelente qualidade dos trabalhos apresentados e felicitaram a Universidade Sénior pelo que vem desenvolvendo, em múltiplas áreas disciplinares e artísticas.
Estando patente até 31 de julho, “Cores que voam” tem como tema inspirador a borboleta, um dos mais misteriosos fenómenos da natureza, que sempre fascinou o homem, pela exuberância das cores que exibe, pela plástica dos seus movimentos e pela fragilidade que suporta toda essa beleza. Foram essas as qualidades que fascinaram também os alunos e que os levaram a reproduzir e a reinventar a temática que serviu de inspiração.
 
Passeio de fim de ano de História e Literatura
Mas ainda antes, na manhã do dia 28, um autocarro com alunos, professores e familiares partiu para o passeio de fim de ano, que, este ano, apostou em dois destinos culturais: Ossela, no concelho vizinho de Oliveira de Azeméis, enquadrado no estudo da obra “Emigrantes”, de Ferreira de Castro, lecionada na disciplina de Português e Jornalismo, pelo professor Celestino Pinheiro, e Porto de Mós, onde se situa o Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota.
Esta foi uma jornada organizada pelas disciplinas de Literatura e História que encantou quem participou.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas