a informação essencial
Pub
Partilha

Duas pessoas com empresas ligadas aos setores do vidro e calçado já recorreram a este serviço

Tags

Espaço Empresa abriu na Oliva

FOTO: Diana Familiar
Partilha

Duas pessoas com empresas ligadas aos setores do vidro e calçado já recorreram a este serviço

O Espaço Empresa abriu no dia 18 de maio na Oliva Creative Factory em S. João da Madeira.
Esta iniciativa liderada pelo IAPMEI visa a criação de uma rede de pontos únicos de atendimento presencial, telefónico e online a aspirantes a empresários, a empresários e às empresas com serviços disponibilizados pela Administração Central e Local. O Espaço Empresa funcionará das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 na Oliva.
O Município sanjoanense é um dos primeiros a disponibilizar este serviço cuja placa de descerramento contou com a presença do presidente Jorge Sequeira, de Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, e Ana Lehmann, secretária de Estado da Indústria.
O Espaço Empresa tem o intuito de prestar “apoio” e “informação” a “quem quer ser e/ou a quem é empresário” e de “simplificar, inovar e modernizar” o processo envolto na criação e gestão de uma empresa, definiu Jorge Sequeira, destacando o facto de este ser um novo serviço público ao dispor da cidade e da região.
A escolha do local foi decidida pela câmara municipal em conjunto com o IAPMEI e o Governo. O motivo esteve relacionado com o facto de a incubadora Oliva Creative Factory ser “um ecossistema de criação e inovação de empresas”, revelou o presidente da câmara Jorge Sequeira.
O Espaço Empresa já foi procurado por duas pessoas, uma de Vale de Cambra e outra de Ovar, com negócios ligados à transformação de vidro e à indústria do calçado, respetivamente.
E falar de Espaço Empresa, Cartão de Cidadão, Cartão único de automóvel, casa pronta e acesso simples para a aquisição de casa própria, certidão predial/finanças, licenciamento de uma zona sem qualquer anomalia é falar de Simplex.
O Simplex tem “um nome” e “um rosto”: os de Maria Manuel Leitão Marques porque “operou a maior revolução na Administração Pública nos últimos anos em Portugal”, destacou Jorge Sequeira. A então secretária de Estado da Modernização Administrativa e agora ministra da Presidência e Modernização Administrativa “facilitou a vida das empresas e dos cidadãos de modo significativo e radical”, continuando “a espalhar simplicidade pelo país”, agora, neste caso, através do Espaço Empresa, constatou o autarca sanjoanense.

“A chave de sucesso desde o início foi a colaboração”

O Simplex “serve para isto”, começou por dizer Maria Manuel Leitão Marques depois de inaugurar o Espaço Empresa, continuando: “a chave de sucesso desde o início foi a colaboração”.
O Espaço Empresa quando começou a funcionar a 14 de julho de 2015 em Coimbra demorava cerca de 15 dias a criar uma empresa. Mais recentemente os dados demonstram que o mesmo processo demora em média 45 minutos, segundo a ministra da Presidência e Modernização Administrativa.
A “mudança significativa que queríamos imprimir com o Simplex” era “a evolução da comodidade do cidadão”, afirmou Maria Manuel Leitão Marques, explicando a ideia de concentrar num cartão vários serviços e de criar determinados projetos num só local.
A revolução do Simplex não ficou por aqui e chegou às empresas. No Espaço Empresa “o empresário espera que o informem sobre tudo num só ponto. Este quer resolver o problema de forma simples e com proximidade”, resumiu Maria Manuel Leitão Marques sobre esta que considera ser “uma boa medida” que presta “um serviço próximo, rápido e simples”.
Agora que o Espaço Empresa está no terreno parece fácil, mas não é bem assim. “Não é fácil chegar aqui, mas chegamos com um serviço que esperamos que seja bom. Se não for, vamos melhorar. Estamos preparados para introduzir novos serviços”, adiantou a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.
Mais uma vez a revolução do Simplex continua com “os olhos postos no futuro”, mais propriamente na automação do atendimento dos serviços públicos, avançou Maria Manuel Leitão Marques.
“Estamos a trabalhar com a inteligência artificial e a personalizar o atendimento com uma resposta adequada aquele empresário, empresa e investimento”, revelou a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.
Por fim, um pedido a todos os envolvidos neste novo serviço prestado em S. João da Madeira: Maria Manuel Leitão Marques pediu-lhes uma atualização de informação sobre este “serviço moderno para que não envelheça, mas continue moderno”. A ministra terminou com uma palavra a Jorge Sequeira “querido amigo aberto à inovação”, esperando que esta tenha sido “a primeira, mas não a última vez em que cá venho abrir um serviço Simplex”.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas