a informação essencial
Pub
Partilha

Entre as prioridades também está a renovação dos equipamentos de proteção individual

Tags

Bombeiros precisam de duas ambulâncias de socorro

FOTO: Arquivo Labor
Partilha

Entre as prioridades também está a renovação dos equipamentos de proteção individual

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira aprovou com maioria o Relatório de Contas e Exercício de Atividades de 2017 durante a assembleia-geral realizada a 28 de março.
A instituição teve proveitos e rendimentos no montante de 864.835,25 euros e gastos e despesas, incluindo as depreciações e amortizações, no montante de 909,683,47 euros, encerrando o exercício com um resultado financeiro negativo de 44.848,22 euros.
Um resultado “francamente positivo tendo atingido a verba de 117.548,40 euros e o resultado contabilístico atingido depois das depreciações e amortizações no montante de 158.968,50 euros ficou nos 44.848,22 euros”, considerou Carlos Coelho. “Não é o resultado que gostaríamos de apresentar, mas é um resultado que nos agrada”, assumiu o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros ao labor.
A prioridade deste ano é “a renovação da frota automóvel”, mais concretamente a compra de “duas ambulâncias de socorro que têm 18 anos e com necessidade de imediata de substituição” para que possam “garantir o conforto e a segurança dos doentes e dos bombeiros”, revelou Carlos Coelho.
Para a compra das duas ambulâncias estão a ser delineadas duas alternativas. A primeira é a apresentação de uma proposta de compra da ambulância ao Orçamento Participativo Municipal. A segunda é uma campanha de angariação de fundos e/ou de apadrinhamento.
Uma outra prioridade é “a nível operacional: a renovação de equipamentos de proteção individual que têm prazo de validade e que estão no seu termo”, adiantou o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros ao labor.

Bombeiros comemoram 90 anos em abril
O programa de comemoração do 90.º aniversário dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira está marcado para os dias 28 e 29 de abril.
As comemorações começam no dia 28 de abril, pelas 15h00, com a receção às entidades convidadas, as promoções e condecorações em parada, a sessão solene e um lanche convívio no quartel operacional na Zona Industrial das Travessas, contando com a presença de Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil.
O programa do 90.º aniversário continua no dia 29 de abril, pelas 9h00, com o hastear das bandeiras com formatura geral no quartel sede, seguido da homenagem aos bombeiros no Monumento do Bombeiro. As comemorações terminam pelas 11h30 com uma missa solene na Igreja Matriz de S. João da Madeira.
A direção e o comando dos Bombeiros Voluntários sanjoanenses convidam toda a comunidade a estar presente nas comemorações do 90.º aniversário.



Os bombeiros em números

37 viaturas (11 incêndio, 7 saúde, 10 auxiliares, 4 atrelados e 5 exposição/museu)
1 comandante
2 adjuntos de comando
75 bombeiros no quadro ativo (2 chefes, 7 subchefes, 9 bombeiros 1ª classe, 22 bombeiros 2ª classe e 35 bombeiros 3ª classe)
45 bombeiros sem quadro (11 estagiários, 10 cadetes, 13 infantes e 8 especialistas/músicos)
64 elementos no quadro de reserva
30 elementos no quadro de honra
7.844 serviços prestados em 2017:
3.640 transportes de doentes
14.859 doentes transportados
229 incêndios
2.973 pré-hospitalar
81 prevenções
164 outros
701 deslocações
56 inundações, desentupimentos, cortes de árvores, queda de estruturas e cabos
35.992 horas gastas em serviço
18.302 bombeiros envolvidos

Comentários

Pub

Notícias relacionadas