a informação essencial
Pub
Partilha

Infraestruturas de Portugal adjudicou a obra de beneficiação da EN223

Tags

Semáforos de Sanfins acabam em 2018

FOTO: Rui Guilherme
FOTO: Rui Guilherme
FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Infraestruturas de Portugal adjudicou a obra de beneficiação da EN223

A informação foi revelada depois dos responsáveis desta estrutura terem estado reunidos esta segunda de manhã com Jorge Sequeira, Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, que cumpre, assim, com o empenhamento prometido neste e outros dossiês que não correspondem apenas e unicamente a S. João da Madeira durante a campanha eleitoral e os primeiros meses de mandato.
A reunião na IP foi “muito produtiva. Discutiram-se vários assuntos, desde a remodelação da Linha do Vale do Vouga até à beneficiação da via rodoviária que liga S. João da Madeira a Vale de Cambra, passando pela beneficiação da EN223. Vamos continuar a acompanhar estes processos, articulando esforços diretamente com o Governo e com a IP", reagiu Jorge Sequeira em declarações exclusivas ao labor.
O autarca sanjoanense antes da reunião com a IP e neste âmbito estabeleceu contactos com o gabinete do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, apurou o nosso jornal.
A obra de beneficiação da Estrada Nacional (EN) 223, entre o nó de Arrifana no IC2 e o nó de Santa Maria da Feira da A1, foi adjudicada à empresa Construções Carlos Pinho, Lda., com o valor de 2.065.265,13 milhões de euros, mais IVA, com o prazo de execução de 400 dias, confirmou a Infraestruturas de Portugal (IP) ao labor.
A empreitada está prevista acontecer ainda durante o 1º trimestre do presente ano, adiantou a IP.
O projeto da EN223 “prevê essencialmente a beneficiação do pavimento existente sem recorrer a qualquer alargamento da plataforma à exceção da zona de influência das interseções que irão ser transformadas em rotundas”, adiantou a IP, acrescentando que “será ainda efetuada a reformulação da sinalização horizontal e vertical bem como a limpeza/melhoria do sistema de drenagem”.
As três interseções existentes aos quilómetros 17+650, 18+100 e 19+000, passarão a ser interseções do tipo rotunda.
Para quem conhece o troço, no sentido Arrifana-Santa Maria da Feira, a primeira rotunda será construída onde estão situados os semáforos, conhecidos por muitos como os semáforos de Sanfins.
A segunda rotunda será construída no cruzamento onde tem a superfície comercial Recheio – Cash and Carry e a terceira no cruzamento que dá acesso ao Hospital de S. Sebastião.

Estrada que liga S. João da Madeira a Vale de Cambra também será intervencionada (intertítulo)

A IP revelou ainda que “no que respeita à Obra de Beneficiação da ER227 – IC2. São João da Madeira/Vale de Cambra, informa-se que foi adjudicada à proposta apresentada pala empresa Construções Carlos Pinho, Lda., com o valor de 1.680.000,01, com prazo de execução de 360 dias”.

A obra...

Custará cerca de 2 milhões de euros
Começa no 1.º trimestre de 2018

Comentários

Pub

Notícias relacionadas