a informação essencial
Pub

Câmara entrega prémios às escolas pela separação de resíduos

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

A mais recente edição do concurso “100% Resíduos” contou com a participação de mais de 5.000 alunos e de uma centena de professores das escolas sanjoanenses.
O concurso é promovido pelo setor do Ambiente do Município em parceria com a comunidade educativa que recebeu duas dezenas de sessões de sensibilização ao longo do último ano letivo.
“Os resultados demonstram o empenho das crianças e jovens, dos docentes e auxiliares de ação educativa, que recolheram, ao todo, 3065 sacos de grandes dimensões (220 litros cada) de resíduos de embalagens, 15 de tampinhas de plástico e 10 de rolhas de cortiça, assim como 830 litros de óleo alimentar usado, 7 pilhões e perto de 1.000 escovas de dentes usadas”, informou a autarquia sanjoanense em comunicado.
Os vencedores foram o Jardim de Infância da Devesa Velha na categoria destinada ao pré-escolar; a Escola do Parque na categoria do ensino básico; a EB 2/3 no 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário.
A Câmara Municipal de S. João da Madeira atribuiu o prémio de 200 euros às associações de pais de cada um dos estabelecimentos de ensino vencedores do concurso.
O autarca Jorge Sequeira felicitou todos os participantes em cada uma das cerimónias de entrega de diplomas aos vencedores nas respetivas escolas.
Apelou às crianças que “sensibilizem as suas famílias para a importância da separação dos resíduos, de forma a permitir a sua reciclagem e reaproveitamento, contribuindo assim para uma cidade mais sustentável”, segundo o comunicado da autarquia.
O presidente da câmara, acompanhado de José Nuno Vieira, vereador do Ambiente, deixou “uma mensagem sobre a necessidade de poupar água, em particular num período de escassez desse recurso essencial como aquele que o nosso país atravessa”, acrescentou a mesma fonte.
A câmara municipal “aprovou a criação de uma nova categoria a incluir na edição do presente ano letivo, de forma a contemplar também os estabelecimentos que mais resíduos valorizáveis recolhem por aluno e não apenas os que se distinguem em termos absolutos”, considerando as sugestões das escolas, concluiu em comunicado.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas