a informação essencial
Pub
Partilha

O “maior desafio” do agrupamento “será equilibrar todos os serviços durante o período de obras de forma a não perturbar o desenvolvimento das atividades”, revelou a diretora Anabela Brandão

Tags

Obras na Serafim Leite começam no início de 2018

FOTO: Rui Guilherme
Partilha

O “maior desafio” do agrupamento “será equilibrar todos os serviços durante o período de obras de forma a não perturbar o desenvolvimento das atividades”, revelou a diretora Anabela Brandão

As apresentações dos alunos aos professores e vice-versa começam no dia 12 de setembro no Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite (AESL).
Um dia depois os alunos e os professores regressam oficialmente às aulas, às escolas, ao início do novo ano letivo 2017/2018.
O AESL tem 113 alunos nos jardins de infância, 258 nas escolas básicas de 1.º ciclo e 803 na escola sede que são das zonas limítrofes de S. João da Madeira.
A oferta formativa permite escolher entre Curso de Artes Visuais, Curso de Ciências e Tecnologia, Curso de Ciências Socioeconómicas, Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, Técnico de Mecatrónica, Técnico de Eletrónica, Automação e Comando, Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos, Técnico de Vendas e Marketing e Técnico de Design Gráfico.
A novidade é o curso de Técnico de Vendas e Marketing que “será lecionado de acordo com uma nova metodologia de ensino”, disse Anabela Brandão, diretora do AESL, ao labor.
O “maior desafio” do agrupamento “será equilibrar todos os serviços durante o período de obras na EBS Dr. Serafim Leite de forma a não perturbar o desenvolvimento das atividades”, revelou a diretora sobre esta que é uma obra muito esperada e que deve ser iniciada nos primeiros dias de 2018.
As expectativas do AESL são “de que tudo correrá bem, sendo que para nós o mais importante é a educação dos alunos em todas as suas vertentes. Continuaremos a concentrar todas as nossas energias e motivação para dar aos nossos alunos uma educação que lhes permita sonhar para além de todas as barreiras e que lhes dê os alicerces necessários para que os seus sonhos se concretizem. Para nós o mais importante é que se tornem cidadãos preparados para acompanhar e mudar positivamente o futuro”, concluiu Anabela Brandão ao labor.

113 alunos Jardim de Infância
258 alunos Escolas Básicas de 1.º ciclo
800 alunos 3.º ciclo e Secundário
Total de 1.171 alunos no AESL
8 assistentes operacionais
2 assistentes técnicos
Cerca de 110 professores (em fase de colocação)

Comentários

Pub

Notícias relacionadas