a informação essencial
Pub
Partilha

Candidaturas para o próximo ano letivo têm início a 1 de agosto

Tags

CTeSP do ISVOUGA com forte procura

Partilha

Candidaturas para o próximo ano letivo têm início a 1 de agosto

No ano letivo 2017/2018, os CTeSP - Cursos Técnicos Superiores Profissionais são uma nova aposta do ensino superior politécnico com grandes atrativos para os jovens. Integrados no ensino superior por via do decreto-lei que regula os graus e diplomas do ensino superior, assumem-se como cursos credíveis e dotados de reconhecimento pelo mercado de trabalho.
Nota de imprensa remetida ao labor refere que a oferta do ISVOUGA – Instituto Superior de Entre Douro e Vouga em CTeSP é bastante diversificada e que os cursos que a integram (Contabilidade e Fiscalidade, Criação e Gestão de Negócios, Gestão Comercial e Vendas, Gestão de Turismo, Produção Industrial e Serviços Jurídicos) conferem acesso às licenciaturas da instituição de ensino de Santa Maria da Feira
Os destinatários dos CTeSP são os titulares de um curso do secundário ou de habilitação equivalente e os titulares de provas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior por maiores de 23 anos.
Por si só, de acordo com o comunicado recebido pelo jornal, este tipo de curso superior confere o Diploma de Técnico Superior Profissional e o nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações. Quanto à empregabilidade, esta encontra-se facilitada pelos protocolos já instituídos entre o ISVOUGA e entidades empregadoras das mais distintas áreas, para o acolhimento dos estudantes em situação de estágio no último semestre letivo do curso.
Com uma propina bastante moderada (100 euros mês), estes cursos são considerados pela DGES-Direção Geral do Ensino Superior para efeitos de candidatura a bolsa de estudos pelos estudantes. Também a possibilidade de serem financiados no âmbito do Programa Portugal 2020 não é descartável, dada a prioridade atribuída a este tipo de curso, inclusive como via por excelência para a prossecução de estudos por parte de jovens oriundos do ensino profissional e enquanto potenciadores das capacidades entretanto adquiridas para o ingresso dos jovens no mercado de trabalho.
Como vantagens destes CTeSP, o ISVOUGA elege o fator de reforço de competências técnicas específicas para iniciar uma atividade profissional e respetivo potencial de empregabilidade. Além disso, permitem aos que o desejarem o acesso e frequência das licenciaturas do ISVOUGA num registo de poupança de custos e de tempo. A frequência dos CTeSP dispensa-os da realização dos exames nacionais/provas de ingresso.
O prazo de candidaturas têm início a 1 de agosto.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas