a informação essencial
Pub
Partilha

Da autoria de alunos da “Serafim Leite”, ideia vencedora consiste numa aplicação móvel que, conjugada com um dispositivo eletrónico, permitirá abrir/fechar diversos tipos de fechaduras

Tags

“KeyLess” vence concurso “Escola Empreendedora”

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Da autoria de alunos da “Serafim Leite”, ideia vencedora consiste numa aplicação móvel que, conjugada com um dispositivo eletrónico, permitirá abrir/fechar diversos tipos de fechaduras

O projeto de Joel Martinho, João Lopes e Levi Mota ficou em primeiro lugar na 9.ª edição do concurso de ideias “Escola Empreendedora”, integrado no programa com o mesmo nome que a câmara promove no âmbito do Projeto Educativo Municipal.
Com esta iniciativa, o objetivo da autarquia é criar um verdadeiro ‘ecossistema’ potenciador do empreendedorismo, incentivando a elaboração de mini planos de negócios. A criatividade e a inovação, assim como a ligação às áreas estratégicas da cidade, são os principais enfoques.
A título de curiosidade, registe-se que durante este ano letivo participaram no programa “Escola Empreendedora” mais de 600 alunos de todas as escolas secundárias e profissionais de S. João da Madeira.

“Com este programa estamos a construir os próximos ‘tecnautas’”
“KeyLess”, da autoria dos três estudantes do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, orientados pelo professor Marco Vasconcelos, destacou-se das restantes 11 ideias apresentadas na final que decorreu no passado sábado, na Torre da Oliva, numa sessão inserida no evento tecnológico TECNET. Consiste em desenvolver uma aplicação móvel que, conjugada com um dispositivo eletrónico, permitirá abrir/fechar diversos tipos de fechaduras, reduzindo o número de chaves utilizadas regularmente.
Quanto à segunda e às terceiras propostas classificadas, foram, respetivamente, “B Bags”, de Anabela Pereira e Bárbara Silva (Academia de Design e Calçado), e “See & Move”, de Rúben Rodrigues, Mara Santos e Miriam Gomes (Agrupamento de Escolas João da Silva Correia) e “Tool Kit”, de Patrícia Silva (Academia de Design e Calçado).
“B Bags” é um produto  de moda adaptável ao quotidiano, acompanhado de um segundo elemento (lancheira térmica). “See & Move” é um site que encoraja as pessoas a participarem e a praticarem exercício físico, que envolve o desporto e o turismo, dando mais visibilidade à cidade de S. João da Madeira. E “Tool Kit” é um estojo de desenho criado a pensar nas dificuldades que pessoas com empregos relacionados com desenho e desenvolvimento de moldes têm em guardar e movimentar as suas ferramentas de trabalho.
A propósito, Álvaro Gouveia, do Clube de Empresários de SJM, que fez parte do júri, juntamente com a vereadora da Educação Dilma Nantes e Miguel Gonçalves, da GesEntrepreneur, empresa que colabora com o Município na implementação deste programa, enalteceu, na ocasião, “a capacidade de comunicação revelada pelos nossos jovens”. Em seu entender, “é muito importante a maneira como trabalhamos a comunicação, transmitimos uma ideia”.
Por sua vez, Ricardo Figueiredo, também presente aquando da divulgação dos vencedores, afirmou que “com este programa estamos a construir os próximos ‘tecnautas’”.
Para o autarca, “o empreendedorismo já não é só uma questão de tradição familiar e de cultura da cidade. É uma questão que se leva a sério, com muito profissionalismo, e que é transmitida às pessoas de uma forma estruturada”. Tanto que, como disse, o TECNET já é “uma marca” de S. João da Madeira.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas