a informação essencial
Pub
Partilha

O livro “Amar-te e Respeitar-te” foi apresentado com música e teatro à mistura

Tags

Jimmy P deu voz ao combate à violência no namoro

Partilha

O livro “Amar-te e Respeitar-te” foi apresentado com música e teatro à mistura

O livro “Amar-te e Respeitar-te” é apresentado no dia 3 de abril, pelas 18h30, na Casa da Criatividade.
A iniciativa é uma coorganização da Câmara Municipal (CM) de S, João da Madeira (SJM) e da Associação de Estudantes da Escola Secundária João da Silva Correia.
“Amar-te e Respeitar-te” é projeto pedagógico de combate à violência no namoro desenvolvido pela editora Betweien em coautoria com o rapper Jimmy P.
O projeto visa “capacitar e dotar os e as jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro, dos próprios e/ou dos seus pares”. Além do livro “Amar-te e Respeitar-te”, o projeto apresenta temas originais musicados por Jimmy P e uma peça de teatro que retrata os três casos ficcionados sobre violência no namoro contados no livro.
O projeto é dirigido a todos os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e ensino secundário e pode chegar a qualquer organização educativa que trabalhe diretamente com estes jovens e a qualquer município. E assim foi. A jovem Francisca Rodrigues, presidente da Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas João da Silva Correia, entrou em contacto com a editora e depois de acertar alguns pormenores o projeto chegou a S. João da Madeira.
O livro conta três histórias de ficção com realidades diferentes, mas a violência no namoro em comum. “A realidade percecionada pela vítima masculina, com a história “Os homens não choram!”, a realidade percecionada pela vítima feminina, com o caso “Quanto mais me bates…”, e a realidade de uma relação de namoro vivida (não só, mas também) no mundo virtual, com a história “Todos os dias da nossa vida real e virtual!””, lê-se na página do projeto “Amar-te e Respeitar-te”.
O livro dedica um capítulo com “Dicas e Conselhos” em que “exploramos e simplificamos uma diversidade tópicos relacionados com a Violência no Namoro, como, por exemplo, os diferentes tipos de violência no namoro, o que é uma relação de namoro saudável, que comportamentos adotar para prevenir a violência na realidade virtual ou quais os procedimentos para pedir ajuda ou efetuar uma denúncia, entre outros”. As letras das músicas de Jimmy P - “Ficar bem”, “Quando dá errado” e “Como tu” – podem ser consultadas em cada um dos capítulos do livro e podem ser descarregadas na página do projeto “Amar-te e Respeitar-te” (https://www.amar-teerespeitar-te.com/recursos).
O livro tem espaços em branco onde desafia os alunos a escreverem músicas contra a violência no namoro e um outro onde explica todos os passos para construir uma campanha escolar contra a violência no namoro. Uma ideia que não é posta de parte por esta escola, adiantou Francisca Rodrigues ao labor.
O projeto tem uma parceria estratégica com Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), disponibilizando uma Linha de Apoio da APAV.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas