a informação essencial
Pub
Partilha

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão de Andebol – Grupo A – Fase Final

CCR Alto do Moinho, 22
ADS/Clínicas CMP, 27

Tags

Sanjoanense “ganha pontos” em todos os campos e sobe à liderança

FOTO: Arquivo Labor
Partilha

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão de Andebol – Grupo A – Fase Final

CCR Alto do Moinho, 22
ADS/Clínicas CMP, 27

Jogo no Municipal do Alto Moinho.
Árbitros: Fernando Costa e Diogo Teixeira.
CCR Alto do Moinho: Hugo Saramago, Victor Talmazan, João Veloso, João Machado, Tiago Ferreira, João Coelho, Diogo Abadia, Pedro Carvalho, João Veloso, Nuno Moreira, Tiago Gil, Gilson Correia, Miguel Queluz, Fernando Baptista, Frady Fernandes, Pedro Padre.
Treinador: Nuno Soares.
ADS/Clínicas CMP: Ricardo Gaspar, Tiago Antunes, Mário Lopes, João Pinhal, Xavier Costa, Francisco Silva, Diogo Taboada, Hugo Terra, Patrick Lemos, Ricardo Pinho, Rui Rodrigues, Alexandre Relvas, Eduardo Pereira, Pedro Garcia, Tiago Arrojado, António Brandão.
Treinador: Nuno Silva.
Ao intervalo: 12-13.

Com a vitória do último fim de semana e beneficiando do empate entre o SP Horta com o Fermentões e da derrota do Póvoa na receção ao Benavente, a Sanjoanense assumiu o comando da classificação a três jornadas do fim e com apenas um ponto sobre dois adversários diretos.
A equipa alvinegra não entrou bem no jogo e acabou surpreendida por um adversário bem organizado e que nos primeiros 10 minutos estava no comando do marcador com um parcial de 5-2. Aos poucos os visitantes conseguiram responder e foram recuperando da má entrada, saindo para o intervalo já na condição de vencedores com um resultado curto de 12-13.
Na segunda parte a formação de S. João da Madeira manteve uma defesa bastante profunda e combativa, como é habitual, conseguindo aumentar ligeiramente a vantagem.
De salientar que neste encontro o Alto do Moinho registou apenas três exclusões de dois minutos, face às 12 verificadas na Sanjoanense, havendo alturas no jogo em que chegou a jogar com apenas quatro jogadores de campo. Ainda assim, e contra todas as adversidades, os alvinegros mantiveram-se focados no objetivo e asseguraram um mais um triunfo importante.
No capítulo individual, destaque para Alexandre Relvas, com sete golos e uma excelente exibição. De referir ainda a convocatória para este encontro dos juvenis, de apenas 17 anos, Francisco Silva e Tiago Antunes, provenientes da formação alvinegra, que demonstra um ato de coragem por parte do técnico Nuno Silva já que a equipa está numa fase em que todos os jogos são autênticas finais.
Para o José Pedro Silva, vice-presidente do clube e responsável pela secção de andebol, “é um orgulho lançar estes miúdos”. “É uma prova aos nossos adeptos de que queremos crescer, mas mantendo sempre uma estrutura apoiada na nossa formação, que se identifique com a cidade e com a equipa”, esclareceu o dirigente, que apesar de ter a subida de divisão ao alcance, mostra-se cauteloso. “Neste momento basta vencer os jogos em casa para subirmos de divisão, mas ainda não está nada ganho, pois os nossos adversários mantêm-se muito perto na tabela classificativa e há quatro equipas com possibilidades reais de alcançarem o primeiro lugar”, explica José Pedro Silva, que apela ao “apoio em massa dos adeptos” nos dois jogos que faltam em casa.
O próximo é já no sábad, com a Sanjoanense a receber, no Pavilhão das Travessas, às 19h00, o Póvoa, equipa que está no quarto lugar a apenas três pontos dos alvinegros. Com três jornadas para o final, uma vitória e um empate são suficientes para a Sanjoanense garantir a subida à 1.ª Divisão.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas