a informação essencial
Pub
Partilha

Campeonato nacional da 2.ª Divisão de Hóquei em Patins – Zona Norte

AD Sanjoanense, 2
HC Fão, 0

Tags

Guarda-redes e ferros travaram goleada

FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
Partilha

Campeonato nacional da 2.ª Divisão de Hóquei em Patins – Zona Norte

AD Sanjoanense, 2
HC Fão, 0

Jogo no Pavilhão da Associação Desportiva Sanjoanense.
Árbitros: Porfírio Fernandes e Nazareno Duarte (AF Porto).
AD Sanjoanense: Marco Lopes (gr) (cap), Alex Mount, Tiago Almeida, João Cruz, Pedro Rego, Pedro Cerqueira, Bruno Moreira, Afonso Santos, José Almeida, Bernardo Moreira (gr).
Treinador: Miguel Resende.
HC Fão: Afonso Ferro (gr), Bernardo Silva, Márcio Silva, Ivo Ventura, Diogo Machado (cap), André Barbosa, João Pereira, Diogo Sá, Justiniano Santos, Vítor Braga (gr).
Treinador: Carlos Silva.
Ao intervalo: 1-0.
Marcha do marcador: 1-0 por José Almeida (13’), 2-0 por José Almeida (49’).
Ação disciplinar: Cartão azul para José Almeida (29’), Justiniano Silva (49’).
Faltas: AD Sanjoanense, 9 | HC Fão, 12.

Frente a um adversário que dificilmente conseguirá evitar a descida de divisão, a Sanjoanense foi a melhor equipa em pista, mas o guardião visitante e os ferros da baliza do Fão evitaram uma goleada, contribuindo, de forma decisiva, para um resultado escasso face ao domínio dos alvinegros.
Com uma entrada a meio gás, foram os visitantes os primeiros a incomodar Marco Lopes, mas os locais não demoraram a assumir as rédeas da partida e depois de uma boa oportunidade de José Almeida foi Pedro Cerqueira que, aos sete minutos, viu o ferro travar o forte remate.
Sem criar grande perigo, o Fão procurou responder e Ivo Ventura ainda importunou o guardião alvinegro, mas foi José Almeida, antes do primeiro quarto de hora, após uma passagem por trás da baliza, que empurra a bola pelo “buraco da agulha” e inaugura o marcador.
Com o domínio a pertencer aos locais, a equipa de Esposende não desarmava e já perto do intervalo Márcio Silva ainda ameaçou as redes alvinegras, mas Marco Lopes segurou a escassa vantagem.
Na segunda parte a Sanjoanense assinalou a entrada com mais uma bola ao ferro de Afonso Santos, mas foi o Fão que, aos quatro minutos, perdeu uma boa oportunidade para empatar com André Barbosa a desperdiçar um livre direto, após uma cartolina azul mostrada a José Almeida. O castigo deixou os alvinegros em inferioridade numérica, mas mesmo assim a equipa de Miguel Resende não abrandou e na resposta Pedro Cerqueira ganha uma grande penalidade e assume a cobrança do lance, enviando novamente a bola ao ferro.
As oportunidades foram surgindo, mas o guardião e os ferros da baliza visitante mantinham a vantagem mínima, contudo, a um minuto do fim, é José Almeida, já depois de ter desperdiçado um livre direto, na sequência da décima falta do Fão, que descansou os adeptos alvinegros ao apontar o segundo dos locais a passe do colega de equipa Alex Mount.
Com poucos segundos para jogar houve ainda tempo para mais uma bola ao ferro dos alvinegros, na sequência de um livre direto cobrado por Bruno Moreira.
Com estre triunfo, ainda que magro para o jogo apresentado pelos alvinegros, a Sanjoanense mantém-se com quatro pontos de atraso relativamente ao líder, o Riba d’Ave, que também venceu na deslocação ao recinto do Vila-Praia.
No próximo sábado o conjunto de S. João da Madeira desloca-se à Póvoa do Varzim para defrontar a equipa local.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas