a informação essencial
Pub
Partilha

XV Campeonato da Proliga

Casino Ginásio, 65
ADS/World Pack, 51

Tags

Ineficácia no jogo exterior dita derrota

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

XV Campeonato da Proliga

Casino Ginásio, 65
ADS/World Pack, 51

Jogo no Recinto Galamba Marques, na Figueira da Foz.
Árbitros: José Lopes e Rodrigo Santos.
Casino Ginásio: Pedro Santos, José Costa, Guilherme Quaresma, Joaquim Soares, João Marques, Frederico Simões, Marco Gonçalves, Tiago Moço, Gonçalo Barbosa, Pedro Marques.
Treinador: João Mota.
ADS/World Pack: Hélder Santiago, Sílvio Rodrigues, Rúben Gomes, Diogo Rebelo, Gonçalo Machado, Afonso Santos, Miguel Reis, Pedro Azevedo, Sergi Coll.
Treinador: Sérgio Salvador:
Parciais: 7-8; 22-12; 23-19; 13-12.

A deslocação à Figueira da Foz não correu bem aos alvinegros, que regressaram a S. João da Madeira com uma derrota por 65-51 no jogo a contar para a segunda jornada da segunda fase do grupo A da Proliga.
A formação da casa, bastante experiente, esteve praticamente todo o jogo na liderança do marcador, graças, sobretudo, a um segundo período menos positivo dos visitantes, permitindo que os locais alcançassem um parcial com um diferencial de 10 pontos (22-12).
Com uma boa entrada no jogo a Sanjoanense conseguiu manter a partida equilibrada e os locais sempre próximos no marcador, que nunca conseguiram mais do que três pontos de vantagem sobre os alvinegros. No segundo quarto a história do jogo foi diferente, em particular nos últimos cinco minutos, com o Ginásio a conseguir nove pontos de distância no marcador.
Na segunda parte os locais limitaram-se a gerir, com mestria, a vantagem, apesar dos alvinegros terem conseguido trazer algum equilíbrio ao encontro.
A Sanjoanense evidenciou uma grande falta de inspiração no jogo exterior, que fica demonstrado pela concretização de apenas dois lançamentos em 22 tentados, e a ausência de um dos seus bases e um dos principais lançadores da equipa, Simão Pinheiro, não é suficiente para explicar tal ineficácia.
Nos vários momentos do jogo em que a Sanjoanense ameaçou iniciar a recuperação no marcador, a qualidade e experiência da equipa adversária foi evidente, não permitindo que a vitória estivesse ameaçada em qualquer momento.
Destaques individuais para os números de Pedro Marques (Casino Ginásio), concretizando 21 pontos e seis ressaltos e do também figueirense Joaquim Soares (16 pontos e 7 ressaltos).
O próximo encontro realiza-se a 11 de janeiro, pelas 18h45, com a Sanjoanense a deslocar-se à Maia para defrontar a equipa do Mais Basket.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas