a informação essencial
Pub
Partilha

Campeonato de Portugal – Série B

AD Sanjoanense, 1
Amarante FC, 1

Tags

Divisão de pontos justifica-se

FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
Partilha

Campeonato de Portugal – Série B

AD Sanjoanense, 1
Amarante FC, 1

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia, em S. João da Madeira.
Árbitro: Luís Máximo, auxiliado por Ângelo Correia e Pedro Ribeiro (AF Castelo Branco).
AD Sanjoanense: Cristiano, Castro, Igor, Almeida, Pedro Tavares, Miccoli, Esteves (Júlio, 76’), Murilo, Teles, Edema (Andrade, 66’), Leo (Prazeres, 72’).
Suplentes: Ivo, Abubu, Rochinha, Júlio, Prazeres, Andrade, Edi.
Treinador: Fernando Pereira.
Amarante FC: Paulo Jorge, Carlos, Dani, César, Kingsley, Tiago Silva (Rui Magalhães, 90’+2’), Hélder Pedro Marquinhos, 66’), Armando, Andrezinho, Paul Ayongo, Luizão (Nélson, 82’).
Suplentes: Ricardo, Tiago nogueira, Gil Pinto, Marquinhos, Nélson, Tiago Marques, Rui Magalhães.
Treinador: Pedro Pinto.
Ao intervalo: 1-0.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Hélder Pedro (40’), Carlos (60’), Júlio (90’+1’).
Marcha do marcador: 1-0 por Murilo 17’ gp), 1-1 por Hélder Pedro (65’).

A jogar em casa pela segunda vez consecutiva, depois do triunfo na jornada anterior frente ao Aliança FC Gandra, foi a Sanjoanense que se colocou em vantagem, mas os alvinegros não conseguiram segurar os três pontos acabando por consentir o empate da formação de Amarante já na segunda metade da partida.
Com uma entrada forte e apresentando um futebol organizado, foram os visitantes que começaram a incomodar a defensiva alvinegra, que se deparava com algumas dificuldades para subir no terreno de jogo. As oportunidades eram escassas, mas numa das primeiras situações em que os locais chegaram à baliza contrária fizeram estragos. À passagem do primeiro quarto de hora Leo remata com força e colocado, mas vê o guardião, com uma defesa apertada, desviar para canto. O sinal de aviso estava dado e é na sequência do lance que os alvinegros chegam ao golo já que beneficiam de uma grande penalidade assinalada após um dos homens de Amarante levar a mão à bola. Murilo assumiu a responsabilidade e levou a melhor sobre Paulo Jorge, convertendo o castigo máximo e colocando a Sanjoanense em vantagem.
O golo parece que deu outro ânimo aos alvinegros, que passaram a surgir mais vezes e com mais perigo junto à baliza dos visitantes, que pouco depois estiveram perto de ver a diferença aumentar. Numa excelente jogada individual de Teles pelo lado direito, o médio passou por tudo e todos, mas já no interior da área, bastante pressionado e em desequilíbrio, tentou o remate que saiu fraco e sem dificuldade para o guardião do Amarante.
Com o encontro a caminhar para o intervalo, a Sanjoanense era a equipa mais perigosa, ainda assim, a defensiva dos visitantes mostrava-se eficaz e eram poucas as vezes que incomodava Paulo Jorge, que pouco depois da meia hora viu Esteves, sem qualquer oposição, rematar forte, mas ao lado.
Além de bem organizado defensivamente, o Amarante também dava trabalho ao setor mais recuado dos alvinegros e aos 36 minutos Luizão podia ter restabelecido a igualdade, mas o cabeceamento saiu por cima da trave.
Na segunda parte os visitantes entraram à procura da igualdade e aos 12 minutos deixaram os alvinegros em sobressalto com o remate de Hélder Pedro a rasar o poste direito da baliza de Cristiano. Se na primeira tentativa o médio falhou na segunda não desperdiçou. Com Marquinhos já na lateral para entrar para o seu lugar, aos 20 minutos Hélder Pedro aproveitou alguma confusão na área alvinegra e com um remate forte restabelece a igualdade.
Com o empate no marcador o Amarante pressionou e já perto do final podia ter chegado à vantagem, quando num rápido contra-ataque Nélson tira Júlio do caminho, mas o forte remate do homem de Amarante encontrou em Cristiano uma autêntica barreira.
No próximo fim de semana a Sanjoanense desloca-se ao recinto do Salgueiros.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas