a informação essencial
Pub
Partilha

Treinador vai dar continuidade ao trabalho de Nuno Baptista

Tags

Nuno Silva é o novo técnico do andebol sénior alvinegro

FOTO: Direitos reservados
Partilha

Treinador vai dar continuidade ao trabalho de Nuno Baptista

Já é conhecido o novo treinador da equipa sénior de andebol da Associação Desportiva Sanjoanense. Nuno Silva é o técnico que terá a responsabilidade de dar continuidade ao trabalho desenvolvido, ao longo dos últimos três anos, por Nuno Baptista.
“Sentimos que nas ultimas épocas demos um salto, e liderar um grupo com o nível da ADS requer um timoneiro experiente e ambicioso. Não temos duvidas de que continuaremos a melhorar o que de bom já foi feito”, esclarece José Pedro Silva, responsável pela secção de andebol do clube alvinegro.
Depois da vasta experiência como jogador, disputando sempre as competições nacionais mais exigentes, como é o caso da 1.ª Divisão Nacional, Nuno Silva assumiu o comando da Associação Académica S. Mamede, tendo conseguido a subida da equipa ao escalão principal da modalidade. “Tem experiência de 1.ª Divisão e é considerado um dos jovens técnicos nacionais com mais potencial”, esclarece o dirigente alvinegro, que descreve o novo técnico como “ambicioso e com muita vontade de trabalhar”. “A equipa é forte e pede trabalho, pelo que haverá, com certeza, empatia entre atletas e técnico”, refere José Pedro Silva, que admite conhecer o trabalho de Nuno Silva. “As equipas por onde passa, além de jogarem bem são eficazes. É a aposta da secção”, garante o dirigente
Com uma equipa sem grandes alterações na sua estrutura, sendo que estão previstos dois reforços “que façam a diferença”, José Pedro Silva sublinha que os objetivos não deverão sofrer alterações relativamente à época anterior. “Penso que teremos uma equipa ainda mais forte do que no ano passado, portanto os objetivos são os mesmos. Numa primeira fase esperamos conseguir o apuramento para a fase final e, chegando aí, lutar pelo titulo como fizemos este ano. Esperamos ter um pouco mais de sorte”, confessa o responsável alvinegro, que admite que “um dos reforços já está assegurado e o segundo está em negociações”. “Obviamente haverá algumas saídas, mais por opção da direção e do técnico. Pretendemos um plantel curto e forte, pois este ano teremos uma equipa de sub23, que servirá de apoio, e temos também uma das melhores equipas nacionais de juvenis, e os atletas necessitam de ser lançados”, explica o dirigente, que esclarece que a secção “está a primar pela da estrutura técnica de uma forma transversal em todas as equipas”. “Foi por esse motivo que asseguramos a entrada, tanto do Nuno Silva, para os seniores, como do Saúl Alves, para a equipa de juvenis, que é outro dos técnicos mais promissores a nível nacional”, frisou José Pedro Silva.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas