a informação essencial
Pub
Partilha

Competição contou com a presença de 18 clubes e dezenas de equipas

Tags

Convívio e desportivismo reforçados da sexta edição do Torneio de Petizes

FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Competição contou com a presença de 18 clubes e dezenas de equipas

A Dragon Force do Porto foi a grande vencedora da sexta edição do Torneio de Petizes da Associação Desportiva Sanjoanense, conquistando o primeiro lugar nos dois escalões em competição. Com sete equipas em prova, os alvinegros ficaram longe dos lugares de pódio, mas Hélder Duarte, coordenador técnico dos escalões de futebol de formação da Sanjoanense, garante que a prestação do clube “esteve dentro das expetativas”. “A nossa política ao nível de torneios e de toda a competição em que a escola de futebol da ADS está inserida é de valorizar, não os resultados, mas a evolução, bem como proporcionar o máximo de tempo de jogo a todos os atletas”, explica o responsável pela organização do torneio.
E num ano de crescimento, Hélder Duarte garante que o balanço do evento “é bastante positivo”, não só pelo feedback transmitido pelos participantes, mas também pela forma como a competição decorreu, já que era objetivo da organização promover o convívio em detrimento dos resultados desportivos. “Conseguimos fazer com que as coisas decorressem com menos crispação ao nível das bancadas, reduzindo a questão da competitividade”, confessa o organizador, que, para isso, admite ter sido importante a atribuição de prémios iguais para todas as equipas, independentemente dos resultados alcançados, e o facto da cerimónia de entrega de troféus se ter realizado antes da publicação da classificação final. “Tudo isso contribuiu para que o ambiente fosse mais saudável e que os momentos que proporcionamos a todos os jovens que nos visitaram fossem de alegria, felicidade e prazer por competir e praticar futebol”, sublinha Hélder Duarte, que admite que a meta passa agora por “aumentar o quadro competitivo”. “É uma estratégia que termos de pensar e estudar para que possamos receber todos os interessados”, refere o organizador, que espera não ser necessário rejeitar equipas em edições futuras como aconteceu este ano.
Não será uma tarefa fácil, mas Hélder Duarte garante que a organização irá trabalhar nesse sentido. “O espaço não aumenta e será difícil definir mais campos do que os que temos conseguido criar no espaço disponível no Centro de Formação Desportiva. É certo que iremos contar com a Academia de Campeões, na Zona Industrial das Travessas, mas não sei se será uma boa estratégia descentralizar o torneio”, refere o organizador, que se mostra determinado em criar condições para receber mais clubes. “Se nos querem visitar temos de ter capacidade para os receber”, frisa o técnico alvinegro, que destacou também, na edição deste ano, a participação de árbitros estagiários nomeados pelo Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Aveiro.
No que diz respeito aos resultados desportivos, a melhor prestação da Associação Desportiva Sanjoanense foi conseguida pela equipa Os Pandas ADS 2, com o 12.º lugar em petizes A. As restantes duas equipas em prova foram 14.ª e 15.º classificadas. Já no escalão B o clube alvinegro ocupou a classificação do 16.º ao 19.º lugar.

Classificação final
Petizes A
1.º Dragon Force Porto
2.º ND Colégio Ermesinde
3.º Lusitânia FC Lourosa
12.º Os Pandas ADS2
14.º Os Pandas ADS1
15.º Os Pandas ADS3

Petizes B
1.º Dragon Force Porto 1
2.º EF AD Taboeira
3.º Fiães SC
16.º Os Pinguins ADS1
17.º Os Pinguins ADS3
18.º Os Pinguins ADS4
19.º Os Pinguins ADS2

Comentários

Pub

Notícias relacionadas