a informação essencial
Pub

O “Ser” e o “Ainda do Ser” de Paulo Moreira

FOTO: Diana Familiar
FOTO: Diana Familiar
Partilha

Os livros “Ser” e “Ainda do Ser” de Paulo Ricardo Moreira foram apresentados pelo próprio, acompanhado de Jorge Castelo Branco, da editora Seda Publicações, a uma sala cheia na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.
A apresentação das obras contou com momentos musicais por Rui Amorim e com a leitura de poemas por João Sousa e Micaela Marques.
O editor Jorge Castelo Branco agradeceu a presença de todos que saíram de casa numa “quinta-feira de Inverno”, dia 18 de janeiro, para conhecer o “Ser” e o “Ainda do Ser” de Paulo Moreira.
O autor com raízes sanjoanenses escreve há muitos anos, mas o “Ser” foi o seu primeiro projeto literário, seguido do “Ainda do Ser”. O primeiro apresenta poemas escritos entre 1998 e 2015 e o segundo entre 2016 e 2017.
Os dois livros podem ser considerados “quase geminados” porque depois de “Ser” surge o “Ainda do Ser” como “um complemento, algo que devia ter sido (no outro) e é o fechar de um ciclo da poesia do ser e do eu”, explicou Jorge Castelo Branco.
Por curiosidade, o primeiro livro é dedicado ao pai do autor e o segundo aos filhos. Tal como o labor noticiou na edição anterior, Paulo Moreira tem em preparação um novo livro para este ano.
O autor é “uma pessoa genuína, com sensações verdadeiras e sem palavras complicadas”, descreveu Jorge Castelo Branco, considerando que este tem “uma estética muito própria que acaba por seduzir” o leitor.
A apresentação dos livros em S. João da Madeira permitiu a Paulo Moreira ter um reencontro entre as pessoas que ficaram por cá e pessoas que conheceu na Islândia, onde está, neste momento, a trabalhar, residindo cá durante os períodos de férias.
O autor aproveitou o momento para agradecer ao editor Jorge Castelo Branco pelo “interesse” no livro “Ser” e pelo “gesto de confiança que não posso esquecer”, renovando o mesmo com o seu segundo livro “Ainda do Ser”. A relação entre Paulo Moreira e Jorge Castelo Branco “evoluiu da vertente profissional para a de amizade”, salientou o autor.
Os agradecimentos estenderam-se ao Município, à biblioteca municipal, à sua responsável Graça Oliveira, aos “leitores”, ao músico, ao fotógrafo Rui Costa, a todos os presentes.
Acerca dos dois livros, Paulo Moreira corroborou o anteriormente dito pelo seu editor. O livro “Ser” é sobre si próprio e o “Ainda do Ser” é o que poderia ter sido dito no primeiro, mas acaba por “descolar-se” um bocado dele porque aborda de forma mais amiúde questões que não são tão pessoais”, constatou Paulo Moreira que encerra assim o “ciclo do Ser”.
A apresentação dos livros terminou com o próprio autor a ler três poemas - “O viajante”, “Abraço de vida” e “Dos portugueses que não somos” - tendo ficado no nosso ouvido dois versos do último: “A geografia está na tua cabeça. A ambição está no teu olhar”.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas