a informação essencial
Pub
Partilha

O tema desta edição foi o conceituado fotógrafo Eduardo Teixeira Pinto

Tags

Exposição de fotografia “Ilustre Amarantino”

1.º Prémio - Alexandre Marinho
FOTO: Alexandre Marinho
2.º Prémio - Jorge Meira
FOTO: Jorge Meira
3.º Prémio - António Cunha
FOTO: António Cunha
Partilha

O tema desta edição foi o conceituado fotógrafo Eduardo Teixeira Pinto

A exposição de fotografia do 2.º Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino 2017” está patente desde o dia 5 de janeiro na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.
O objetivo é promover a fotografia, Amarante e uma personalidade amarantina que contribua para a projeção do bom nome desta cidade portuguesa.
O fotógrafo Eduardo Teixeira Pinto (1933-2009) foi a personalidade amarantina escolhida para ser a fonte de inspiração de todos os participantes.
A longa experiência de vida e o olhar poético sobre a realidade levaram Eduardo Teixeira Pinto a ser considerado um dos maiores e mais galardoados nomes da fotografia portuguesa no século XX. O fotógrafo amarantino recebeu o Grande Prémio Camões (1960) que é uma das mais altas distinções a nível nacional.
O Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino” distingue-se de tantos outros pelo facto de eleger uma personalidade amarantina e por delinear três cenários diferentes para as fotografias e todos eles em Amarante.
O primeiro cenário a ser fotografado é o percurso histórico normalmente associado à rua onde nasceu e/ou viveu a personalidade homenageada. No caso desta edição, os participantes tiveram de ter em conta a Rua Cândido dos Reis onde Eduardo Teixeira Pinto nasceu a 29 de abril de 1933 e onde existiu a empresa “Foto-Arte” criada pelo pai Joaquim Teixeira Pinto em 1930. O segundo cenário a ser fotografado foi a Calçada Eduardo Teixeira Pinto sita na margem direita do Rio Tâmega e o terceiro cenário foi criativo. Os participantes escolheram o lugar e deram largas à imaginação tendo sempre como base o ilustre amarantino e como é claro Amarante.
A exposição do 2.º Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino 2017” apresenta as 18 obras premiadas pelo júri composto por António Pinto, Francisco Piqueiro, José Manuel Ribeiro e Verónica Teixeira Pinto.
Os premiados deste concurso são Alexandre Marinho (1.º prémio), Jorge Meira (2.º prémio), António Cunha (3.º prémio), Abílio Mendes (Menção Honrosa), António Tendim (Menção Honrosa) e Patrícia Azevedo (Menção Honrosa).
A Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto, o Café, Bar e Restaurante de São Gonçalo e a União de Freguesias de Amarante são as entidades responsáveis pela organização do Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino”.
A primeira edição deste concurso teve como tema o conceituado poeta e escritor Teixeira de Pascoaes e a terceira prestará homenagem ao grande pintor Amadeo de Souza Cardoso.
A exposição de fotografia do 2.º Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino 2017” pode ser visitada até ao dia 27 de janeiro na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.

Concurso “surpreendeu as pessoas pela sua originalidade”

A eleição de Eduardo Teixeira Pinto como personalidade amarantina a ser homenageada através deste concurso em 2017 teve um “gosto especial” para Verónica Teixeira Pinto, filha do fotógrafo, e para a Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto.
“O primeiro premiado disse que era um desafio maior fotografar tendo como referência um dos nomes maiores da fotografia portuguesa”, revelou Verónica Teixeira Pinto ao labor.
O Concurso de Fotografia “Ilustre Amarantino” desde a primeira edição que tem contado com a participação de “grandes fotógrafos”, destacou a presidente da Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto.
O facto deste concurso eleger uma personalidade, traçar cenários e levar os participantes a fotografarem em Amarante “surpreendeu as pessoas pela sua originalidade”, admitiu Verónica Teixeira Pinto ao labor.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas