a informação essencial
Pub

“A Cidade da Diversidade” quer ser marco de S. João da Madeira

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

O espetáculo “A Cidade da Diversidade apresenta a Magia do Movimento”, organizado pela Cerci, voltou a encher no dia 3 de dezembro, Dia Mundial da Pessoa com Deficiência, pelo segundo ano consecutivo, a Casa da Criatividade.
A Cerci pretende através deste projeto “criar um marco para a cidade de S. João da Madeira, onde o conceito da deficiência é desmistificado, onde se promove a valorização da diferença e onde se acolhe a diversidade”, afirmou a psicóloga Sandra Oliveira ao labor.
O sucesso do espetáculo “A Cidade da Diversidade apresenta o Principezinho” em 2016 levou à marcação imediata do espetáculo “A Cidade da Diversidade apresenta a Magia do Movimento” em 2017.
A Cerci contou com o apoio da câmara municipal, com a parceria da junta de freguesia, das professoras de educação física Vera Valente e Paula Camacho e com as participações de escolas e associações sanjoanenses.
O espetáculo deste ano ficou marcado por dois momentos “inéditos”. Primeiro, “a participação em palco de cerca de 98% dos funcionários da Cerci”. Em segundo, “o aumento do número de utentes em palco chegando a mais de 95%”, destacou Sandra Oliveira.
Um espetáculo de “diversidade de idades, diversidade de identidades, diversidades de tipos de apresentação desde canto, dança, expressão, teatro e música, e diversidade de personalidades” que “ultrapassou” todas as expectativas, assumiu Sandra Oliveira, em nome da Cerci, não sem reconhecer que “há sempre aspetos que podem ser melhorados”.
O sucesso do espetáculo deste ano impulsionou a reserva da sala de espetáculos para uma terceira edição de “A Cidade da Diversidade apresenta...” em 2018.


As vozes da diversidade...


Paula Castro, utente da Cerci

“Gostei muito de participar neste espetáculo. Tivemos a oportunidade de mostrar o que conseguimos fazer. Ficamos muito contentes.”

Paula Camacho, professora de educação física

“Foram alcançados os objetivos a que nos propusemos, a promoção da igualdade na diferença”

Cláudia Santos, utente da Cerci

“Gostei de dançar no final do espetáculo.”

Vera Valente, professora de educação física

“Participar na organização deste evento foi mais uma prova de que é possível trabalhar em grande escala com a nossa cidade da diversidade. Basta colocar amor em tudo que se faz. Em pleno século XXI urge encarar coms eriedade e equidade o cidadão com deficiência em todas as vertentes.”

José Santos, utente da Cerci

“Eu fui o primeiro a entrar em palco. Não tive medo. Gostei de participar em todo o espetáculo. Voltava a fazer já outro.”

Comentários

Pub

Notícias relacionadas