a informação essencial
Pub
Partilha

A empresa abriu um centro de design e desenvolvimento na incubadora da Oliva Creative Factory

Tags

Do sonho à realidade da Cartonagem Trindade

FOTO: Diana Familiar
FOTO: Diana Familiar
FOTO: Diana Familiar
Partilha

A empresa abriu um centro de design e desenvolvimento na incubadora da Oliva Creative Factory

O ciclo de exposições (D)IN Design visa mostrar o impacto do design e da criatividade na evolução industrial das empresas sanjoanenses e da região.
Depois dos casos Viarco e ERT, o caso da Cartonagem Trindade está cravado desde o dia 1 de abril até ao dia 10 de junho nas paredes da Oliva Creative Factory.
O sonho da Cartonagem Trindade tornou-se realidade com o início da atividade em 1966 pelas mãos de Maria Trindade “num espaço com pouco mais de 60 metros quadrados em Arrifana” que “com apenas seis máquinas e algumas mesas, começou a fornecer a indústria de calçado, setor dominante em S. João da Madeira e freguesias limítrofes. As caixas eram fechadas por sistema de agrafos”, lê-se numa das paredes onde está cravada a história da Cartonagem Trindade.
A visão de futuro chega em 1987 à Cartonagem Trindade através de Pedro Ventura, filho de Maria Trindade, que com apenas 16 anos assume a administração da empresa até então. Com a entrada de Pedro Ventura “novos ventos sopraram: a modernidade chegou à Trindade”. A começar pela “proximidade com os clientes, melhor tecnologia, criatividade e uma nova unidade fabril a albergar todas as ideias vibrantes”, deu a conhecer o histórico da empresa criado para este ciclo de exposições.
O objetivo de construir “embalagens Premium que envolvessem os melhores produtos disponíveis no mercado das bebidas, calçado, cosmética” da Cartonagem Trindade é atingido em 1996.
A empresa contrataria o primeiro designer quatro anos depois com o intuito de “desenvolver novas soluções para os produtos dos clientes” e criaria um departamento criativo.
A Cartonagem Trindade começou em Arrifana corria o ano de 1966, depois mudou a morada para S. Vicente Pereira em 1987 e por último S. João da Madeira em 2006.
A Cartonagem Trindade entra no mercado dos vinhos em 2004 e criaria a primeira caixa para um perfume em 2007 e para uma marca francesa de champagne em 2009.
Se quer saber mais sobre a história desta empresa que produz muito mais do que caixas, produz ideias fora da caixa, não deixe de visitar O Caso Cartonagem Trindade na Oliva Creative Factory.

A Cartonagem Trindade vende “estados de alma”
Esta é a primeira exposição da Cartonagem Trindade com “uma imagem virada para a parte social”, revelou Pedro Ventura, dando a conhecer a abertura de um centro de design e desenvolvimento da empresa na incubadora da Oliva Creative Factory.
O design, o desenvolvimento e a criatividade têm tido um papel fundamental nas empresas sanjoanenses. Tal como tem provado o ciclo de exposições (D)IN Design ao contar os casos das empresas Viarco, ERT e agora Cartonagem Trindade que “não vende caixas, mas ideias fora da caixa”, afirmou Ricardo Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira.
A Cartonagem Trindade mais do que vender caixas, vende “estados de alma”, acrescentou Pedro Ventura.
Para Ricardo Figueiredo é importante “acreditar no nosso projeto e na Oliva Creative Factory” e, acima de tudo, “mostrar à cidade o que se faz de melhor em S. João da Madeira”.


O futuro pertence à criatividade

31% da produção é exportada
Mais de 100 trabalhadores
10 designers
O futuro? O futuro pertence à criatividade!

Comentários

Pub

Notícias relacionadas