a informação essencial
Pub
Partilha

Tags

Sorrir dá saúde

Partilha

Foi há seis anos, mas poderia muito bem ter sido ontem que as rádios de todo país se uniram, numa iniciativa inédita, a "Operação Sorriso", e pediram aos portugueses para sorrir.
É evidente que a iniciativa foi comodista. Quiseram só mostrar o poder da rádio. Tanto assim é que se imagina que há cerca quatro milhões de portugueses “pachorrentos" que todos os dias têm como companhia a rádio. Os profissionais que trabalhavam, e os que ainda trabalham, na rádio quiseram naturalmente ajudar os seus ouvintes a melhorarem a qualidade de vida.
Creio que foi esse o propósito. Até porque, segundo os entendidos na matéria, o riso provoca reações orgânicas que contribuem para a melhoria do estado de saúde. Se bem que os portugueses estão a rir cada vez menos e os que ainda têm vontade de rir demonstram-no, mas de face fechada, para uns quantos portugueses, os de "barriga cheia" que são cada vez mais. A vida para estes é um riso. Ora aqui está um excelente contributo que todos nós podemos dar para melhorar as contas do país.
Cruzados os dois risos (sem se misturarem, não são compatíveis), se nos rirmos cada vez mais vamos seguramente gastar cada vez menos com o Serviço Nacional de Saúde.
Agora mais a sério. É tempo de sermos mais positivos, daí mais felizes, de sorrirmos com o que a vida nos destinou. Não nos deixemos enganar pela crise que não nos larga.
Hoje vivemos muito melhor do que há 40, 30 ou 20 anos, o que pode melhorar muito mais se formos solidários. Podemos, de facto, ser mais felizes e espalhar sorrisos pelo país se dermos um pouco do que tivermos (mesmo que os governantes nos afoguem em impostos) a quem não tem nada. Seja solidário, provoque, provoque mesmo um sorriso a quem recebe, vai ver que acaba a sorrir.
É só saúde!!!

Tags

Mais notícias

Comentários

Pub

Notícias relacionadas