a informação essencial
Pub
Partilha

Tags

Opinião

Partilha

A propósito da provocação pública feita pelo autarca feirense ao secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, cidadão Sanjoanense
Não é bonito e não fica bem a quem se faz passar por democrata, eleito em nome do povo, que use expressões impróprias como “fomentar ódio”, provocando reações de descontentamento do povo em geral, o que não favorece em nada a classe política e a democracia.
Não é aceitável que sejam usadas expressões impróprias não respeitando quem honestamente está no desempenho da sua função governativa cumprindo a vontade popular, honrando a razão para a qual foi eleito.
Como cidadão, apelo a que haja mais respeito por quem eleito, está no cumprimento do seu dever.
Na política, não vale tudo e não é dada a ninguém a autoridade para desrespeitar e denegrir a imagem do seu semelhante.
A sociedade que se deseja participativa, constrói-se com correção, boas maneiras e que sejam acrescentados valores morais e humanos não fomentando a guerra entre o povo, incentivando-o cada vez mais à desunião.
Não é justo o que disse publicamente o autarca feirense, censurando o secretário de Estado, Pedro Nuno Santos.
Para o bem da sociedade, é bom que reflita porque o que veio a público é lamentável.
Pelo bem estar do povo.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas