a informação essencial
Pub

Trinta anos de labor

Partilha

Neste artigo não posso deixar de assinalar esta data marcante. O labor faz trinta anos. São três décadas de serviço à cidade e aos sanjoanenses. Merece homenagem e reconhecimento. Parabéns, labor! Parabéns a quem fundou, a quem continuou e a quem, hoje, faz cada edição do labor. Parabéns também aos leitores por, com o seu interesse, valorizarem cada edição.
Para assinalar este aniversário o diretor, Pedro Silva, decidiu abrir a direção do jornal. Sendo um dos “diretores de Abril”, partilho a minha gratidão e honra em ser um dos escolhidos. É uma iniciativa interessante pelo seu significado de abertura do jornal à comunidade, mas também pela sua componente democrática e pluralista. Ao convidar quatro “diretores” de diferentes militâncias partidárias, o labor valoriza a diversidade de opiniões, mas acima de tudo reconhece que a democracia tem uma relação profunda com o jornalismo.
Para esta semana, a Rita Mendes escolheu um excelente tema. A relação entre a escola e o Jornal é um excelente mote para uma reflexão sobre a imprensa de hoje. Nos dias que vivemos, os mais jovens, e muitos menos jovens, selecionam a informação que pretendem ver. Os formatos on-line, as aplicações dos diferentes órgãos de comunicação social e os canais de vídeo permitem que a informação seja padronizada ao gosto de cada um. Esta realidade coloca enormes desafios ao conceito tradicional de jornal impresso. Mas será que os desafios são os mesmos para todo o tipo de jornais? Sinceramente, acho que não. Acho que os jornais locais têm uma oportunidade maior de conseguir conquistar espaço, mesmo com todo este enquadramento digital.
Nesse sentido, não tenho dificuldade em afirmar que acredito que a imprensa local vai manter a sua importância. As questões locais e de proximidade são essenciais na vida das pessoas e só a imprensa local as cobres com profundidade. Os formatos digitais tendem a centralizar e massificar a informação, mantendo a janela de oportunidade para quem oferece conteúdos mais locais e específicos. É através da imprensa local que sabemos da nossa gente e das nossas instituições. É através da imprensa local que acompanhamos o exercício dos mandatos daqueles que elegemos para nos representarem.
Se assim é, temos todos o dever de contribuir para a manutenção da relevância da imprensa local. Ao comemorar os 30 anos do labor, comemoremos também o papel de enorme relevância da imprensa local. E, já agora, lembremo-nos que não basta comemorar, é preciso apoiar e contribuir para que continue a existir. Parabéns, labor!


jpinhodealmeida76@gmail.com

Comentários

Pub

Notícias relacionadas