a informação essencial
Pub
Partilha

Tags

Contentores de lixo

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Vamos lá ter interesse pela coisa pública!
A 15 de maio de 2014, “faz muito tempo", num artigo de opinião publicado no jornal local labor, alertava com preocupação o executivo anterior, PSD, para a deficiência no funcionamento de um (embora não sendo caso único) recipiente metálico de depósito de lixo, tendo como principal causa a tampa amolgada que assim se encontra até aos dias de hoje.
Por conseguinte e com a mesma preocupação, julgo que valerá a pena chamar a atenção da câmara municipal (atual executivo) para o mau estado de alguns, muitos, dos contentores (subterrâneos), distribuídos por vários pontos da cidade. São recipientes metálicos de depósito de lixo parcialmente enterrados no chão, que têm a vantagem de não ser de destruição fácil, mas que também têm as suas desvantagens. A começar pela abertura por onde o lixo é introduzido.
Quase sempre ficam abertas as tampas, por razões várias. A poucos centímetros do chão e como possuem arestas muito vincadas, como se pode verificar pela foto, fruto da má utilização, por um lado, e, por outro, da falta de manutenção, daí o desinteresse pela coisa pública, o que tem provocado alguns dissabores, ferimentos até nos transeuntes mais distraídos. Mais: a chuva, o sol entram nos depósitos do lixo, o que intensifica o cheiro e a proliferação de insetos.
Pior é que os animais - e são muitos que vagueiam pela cidade (cães e gatos) em busca de alimentos - não largam os recipientes, já que de passagem encontram sacos com restos de comida depositados fora dos recipientes, provocando um cheiro azedo insuportável. Mais: pela foto dou nota que num dos recipientes a tampa se encontra amolgada (a mesma tampa a que o artigo de 15 maio de 2014 se refere), com ferrugem, fora do trilho, difícil de ser manuseada, logo os utilizadores não se dão ao trabalho de a fechar. Por tudo isto, penso que o assunto em questão merece o máximo de atenção da autarquia. O que de facto está aqui em causa é a saúde pública e a segurança, como é obvio.
O recipiente em questão fica na Rua Durbalino Laranjeira, nas traseiras do edifício Parque América.

Tags

Mais notícias

Comentários

Pub

Notícias relacionadas