a informação essencial
Pub
Partilha

Tags

O apoio da comunidade

Partilha

O reconhecimento, pelo jornal labor, de Ana Rodrigues, como uma das figuras do ano, reforça o mérito desportivo da atleta e enaltece todo o esforço de vários agentes desportivos em formar a secção de Natação na Associação Desportiva Sanjoanense (ADS). Desde agosto do ano passado, os jornais da cidade têm publicado relatos e resultados de torneios ou campeonatos de natação em dose dupla. Na mesma edição, a mesma prova, dois relatos. Um com os resultados da Associação Estamos Juntos (AEJ) e outro com os da ADS, incluindo neste os resultados mais relevantes e perspetiva global da prova.Esta situação recorde-se surgiu após o despedimento do técnico Luís Ferreira por parte da AEJ, no final da época passada, uma semana após um campeonato em que Ana Rodrigues havia conquistado sete títulos. É prematuro fazer um balanço da época, com apenas o primeiro terço decorrido, embora os resultados alcançados pela ADS sejam favoráveis. Contudo, existem outros fatores que importa realçar, sobretudo relacionados com o reconhecimento do clube e mesmo o comunitário.
O envolvimento da natação na ADS teve direito a vários destaques na imprensa local, logo no início da época. O apoio do clube à novel secção traduziu-se pela presença do presidente, Luís Vargas Cruz, no dia de apresentação; e no decorrer da época foram várias as referências nas páginas oficiais do clube, ficando neste capítulo a natação em igualdade com as secções mais antigas do clube. Durante o Campeonato Nacional decorrido no mês de dezembro, nas Piscinas do Fluvial do Porto, segundo o relato de Fernando Moreira, publicado no jornal “O Regional” comparecerem vários conterrâneos a apoiar a atleta Ana Rodrigues, ouvindo no final de cada prova o som da sua satisfação. Além disso, o próprio Luis Vargas Cruz apresentou-se no campeonato, deixando mais uma vez expresso o apoio do clube à secção, ao treinador e seus atletas. Se dúvidas houvesse sobre a satisfação do clube em apadrinhar a natação, no final de dezembro, a ADS escolheu cinco feitos desportivos alcançados pelas suas equipas, ao longo do ano e entre eles estavam os cinco títulos conquistados, incluindo dois records nacionais alcançados no mesmo dia nos 50 metros bruços, por Ana Rodrigues. Se a atitude do clube em acarinhar a natação ficou demonstrada no parágrafo anterior, não serão necessárias tantas linhas para explicar o envolvimento da comunidade com o novo projeto desportivo da ADS. Em primeiro lugar destaque para o patrocinador – Fepsa -, com a publicação constante de artigos mencionando esse mecenato. Depois a ênfase da imprensa local, em especial, após os tais títulos conquistados em dezembro, com manchetes alusivas ao feito na primeira página. (Longe vão os tempos em que eu próprio tinha que divulgar os resultados de Ana Rodrigues por omissão na imprensa local.) Por último, na cronologia do ano editada por este jornal na edição da semana passada, não aparecem os tais sete títulos conquistados em julho pela nadadora sanjoanense, preferindo o jornal referir os últimos, conquistados nas cores da ADS. A sociedade sanjoanense demonstrou a sua preferência. Há ainda muito trabalho a fazer para consolidar a natação em S. João da Madeira. A ideia de Ana Rodrigues voltar às Olimpíadas, desta vez, em Tóquio 2020, parece ser concretizável, atendendo à boa forma física da atleta. No entanto, é necessário articular, no futuro imediato, a Escola Municipal de Natação com a natação de competição, para que despontem talentos na piscina municipal e sejam encaminhados para os clubes. Como estamos no início do ano, aproveito para desejar Bom Ano de 2018 a todos os leitores, informando que a minha atividade neste jornal será interrompida por um longo período. Até lá.

Tags

Mais notícias

Comentários

Pub

Notícias relacionadas