a informação essencial
Pub
Partilha

A engenheira Luísa Ramalho é a candidata à Assembleia Municipal. Ainda não há candidato à Assembleia de Freguesia e Miguel Santos é o mandatário

Tags

Andrea Domingos é a candidata do PAN à câmara

Andrea Domingos e Luísa Ramalho, candidatas do PAN à Câmara e Assembleia Municipal
FOTO: Direitos Reservados
Partilha

A engenheira Luísa Ramalho é a candidata à Assembleia Municipal. Ainda não há candidato à Assembleia de Freguesia e Miguel Santos é o mandatário

O partido Pessoas, Animais e Natureza (PAN) confirmou a apresentação de uma candidatura ao município de S. João da Madeira nas eleições autárquicas marcadas para 1 de outubro de 2017.
A hipótese de apresentarem uma candidatura foi “pensada no final de abril por um grupo de sanjoanenses que se identificam com as causas e valores do PAN e sentem ser necessário redefinir as prioridades através de uma forma diferente de fazer política para defender o que realmente é importante: facilitar uma democracia mais participativa e aproximar as pessoas das políticas locais sendo “A Tua Voz no Município””, deu a conhecer o partido, depois da Assembleia Plurimunicipal do Vouga realizada terça-feira, ao labor.
O PAN apresenta duas candidaturas no distrito de Aveiro, uma na cidade de S. João da Madeira e outra na cidade de Aveiro.
As candidatas são Andrea Domingos à Câmara Municipal de S. João da Madeira e Luísa Ramalho à Assembleia Municipal. O partido ainda tem em aberto a possibilidade de apresentar um candidato à Assembleia de Freguesia.
O empresário Miguel Santos, proprietário da Mais Óptica em S. João da Madeira e em Santa Maria da Feira, apontado como possível cabeça de lista do partido, na edição passada, será antes o mandatário da candidatura do PAN em S. João da Madeira.
A lista de candidatura do PAN será brevemente e oportunamente oficializada a todos os órgãos de comunicação, revelou o partido.
Por curiosidade, Jorge Morais é o candidato do PAN à Câmara Municipal de Aveiro e Rui Alvarenga à Assembleia Municipal.

O PAN “não vai fazer coligação com nenhum partido”

De acordo com fonte ligada ao PAN, partidos de esquerda tentaram contactar o PAN, tal como noticiámos na semana passada.
De todos os partidos contactados – PS, PCP e BE – apenas o candidato socialista Jorge Sequeira confirmou um encontro com elementos ligados ao PAN.
Jorge Sequeira disse: “Eu confirmo que o PAN solicitou uma reunião à candidatura do PS”, da qual resultou “uma conversa muito produtiva e interessante sobre questões da cidade”, ao labor.
Por sua vez, o PAN esclarece, uma semana depois, acerca das afirmações de Jorge Sequeira que “houve de facto um pedido de uma reunião entre os dois partidos, solicitado pelo PS”.
A possibilidade de acordo de coligação nunca seria possível porque a Comissão Política Nacional do PAN decidiu que “o partido não vai fazer coligação com nenhum partido nestas eleições autárquicas”, afirmou Filipe Cayolla, Comissário Político Nacional do PAN, ao labor.
Contudo, “quando o partido não apresenta uma candidatura, poderá apoiar outras candidaturas, independentemente do partido, desde que os candidatos apresentem um projeto válido e tenham desenvolvido um bom trabalho”, constatou Filipe Cayolla ao labor.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas