a informação essencial
Pub

O que é, afinal, uma alimentação saudável?

Partilha

Nem todas as dietas são as ideais para qualquer pessoa. Uma alimentação saudável é caracterizada por uma alimentação completa, equilibrada e diversificada, que fornece a energia e os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo, prevenindo o aparecimento de doenças crónicas. Esta alimentação deverá ser adaptada a cada indivíduo. Os hábitos e preferências alimentares e os aspetos culturais individuais podem influenciar esta tarefa, que tem em vista assegurar os cuidados nutricionais específicos em cada caso, tendo em conta possíveis alterações fisiológicas, patológicas ou neuropsicológicas que possam existir. O nutricionista define a dieta em função das necessidades nutricionais de acordo com a idade, estilo de vida e metabolismo.
Vivemos numa época em que a disponibilidade alimentar é bastante elevada, com uma grande oferta de produtos nutricionalmente pouco interessantes.
Segundo os resultados do Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física (IAN-AF), a população portuguesa tem uma alimentação inadequada, caracterizada por um consumo excessivo de carne, pescado, ovos e laticínios e, em contrapartida, um baixo consumo de cereais, produtos hortícolas e fruta. O consumo diário de açúcar e sal é também bastante elevado, encontrando-se muito acima do que é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Um outro resultado do IAN-AF demonstra que mais de metade dos portugueses encontram-se com pré-obesidade ou obesidade, estando associado um risco aumentado de desenvolver uma série de doenças, que incluem as doenças cardiovasculares, cancro, diabetes, entre outras.
Tendo em consideração todos estes factos, surge a necessidade de uma intervenção por parte de um profissional de nutrição, no sentido de melhorar significativamente estes consumos, introduzindo alimentos qualitativamente mais interessantes em termos nutricionais na alimentação diária da população, que se enquadrem num padrão alimentar mais saudável. A Clínica CUF São João da Madeira tem uma equipa de nutricionistas preparados e qualificados para dar resposta a esta temática.
O nutricionista ajudará não só a adequar a dieta mediante o historial clínico, antecedentes e estilo de vida, como também dará apoio na necessidade da mudança de hábitos alimentares, no ensino na leitura dos rótulos dos alimentos que são consumidos diariamente e na desmistificação de alguns mitos implementados na sociedade. Hoje em dia, existe muita informação sobre o tema alimentação, a maior parte sem qualquer fundamentação científica, que está acessível a todas as pessoas e que poderá pôr em risco a saúde pública. O papel do nutricionista torna-se fulcral para que esta informação seja filtrada e para que seja elaborado um plano alimentar adequado a cada pessoa. Desta forma, o indivíduo fica dotado de capacidades para tomar decisões responsáveis e baseadas numa alimentação saudável, para a obtenção de um bem-estar físico e mental assim como para a prevenção de todas as formas de malnutrição.


Inês Martins
Nutricionista na Clínica CUF São João da Madeira

Tags

Mais notícias

Comentários

Pub

Notícias relacionadas