a informação essencial
Pub
Partilha

O festival sanjoanense está entre os 10 melhores festivais ibéricos nas categorias de “Best Small Festival” e “Best Indoor Festival”

Tags

“Party Sleep Repeat” finalista em duas categorias

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

O festival sanjoanense está entre os 10 melhores festivais ibéricos nas categorias de “Best Small Festival” e “Best Indoor Festival”

O “Party Sleep Repeat” (PSR) 2016, organizado pela Associação Cultural Luís Lima (ACLL), é um dos finalistas nas categorias de “Best Small Festival” e “Best Indoor Festival” da segunda edição dos “Iberian Festival Awards” (IFA).
Neste momento, “o PSR faz parte dos 10 melhores festivais ibéricos nessas duas categorias”, informou a ACLL através de comunicado.
O festival sanjoanense PSR foi considerado o Melhor Festival Indoor na primeira edição dos “Iberian Festival Awards” em 2016.
A ACLL recebeu a notícia de que o PSR era finalista nas categorias de “Best Small Festival” e “Best Indoor Festival “com grande alegria tal como no ano passado”, assumiu o presidente Tiago Valente dos Santos ao labor.
A “distinção é fonte de motivação adicional para a organização e fonte de prestígio para o festival”, considera Tiago Valente dos Santos.
“Sendo duas categorias apuradas através de votação online, são um sinal muito particular de que o público aprecia o nosso trabalho e as causas que promovemos. Esta ligação entre organização, bandas, público e as entidades que apoiam o evento é muito próxima e dá muita pujança ao festival, coisa que depois se concretiza neste tipo de prémios que são votados pelo público”, revela o presidente da ACLL ao labor.
O PSR esteve nomeado em sete categorias, nesta segunda edição, “Best Small Festival” (Melhor Festival Pequeno); “Best Line-up” (Melhor Programação); “Best Indoor Festival” (Melhor Festival Interior); “Best Communication” (Melhor Comunicação); “Best Infrastructure” (Melhor Infraestrutura); “Contribution to Sustainability” (Contributo para a Sustentabilidade); e “Best Live Performance” (PT/ES) - PAUS (Melhor Atuação ao Vivo: pela atuação da banda PAUS no festival).
O festival sanjoanense poderá ainda ser considerado um dos melhores festivais ibéricos nas categorias “Best Communication”, “Best Infrastructure” e “Contribution to Sustainability”. O júri reúne a 17 de fevereiro para decidir quais os finalistas destas três categorias e de outras seis.
Quanto às três nomeações dependentes do veredicto do júri, “temos uma expectativa mais reduzida dado que apenas temos os argumentos apresentados na candidatura como forma de convencer os jurados. Quando pensamos noutros festivais, de outra magnitude, sabemos que os jurados terão frequentado esses eventos e terão uma opinião mais informada sobre os mesmos, pelo que sentimos que partimos em desvantagem”, admitiu Tiago Valente dos Santos, esclarecendo que nada disso “quer dizer que não mereçamos ser considerados para qualquer um dos três prémios”.
A ACLL através do PSR doou “5.000 euros para causas sociais, coisa que é um sinal claro de um contributo para a sustentabilidade. Cuidamos muito bem da comunicação do festival e consideramos que estamos ao nível dos melhores festivais ibéricos neste capítulo. Por último, a infraestrutura da Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory que inauguramos aquando da segunda edição do festival, está inserida num contexto muito ligado à história da cidade tendo características muito especiais e, por isso, diferenciadoras face a outros eventos desenvolvidos pelos outros concorrentes”, considerou bem mais confiante o presidente da ACLL ao labor.
As votações encerraram a 22 de janeiro e os vencedores de todas as categorias dos “Iberian Festival Awards” são conhecidos durante uma gala no dia 16 de março em Barcelona.
Para mais informações consultar a página  https://www.talkfest.eu/iberian-festival-awards.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas