a informação essencial
Pub
Partilha

Equipa conquistou título distrital, subida à 3.ª Nacional e Supertaça de Aveiro

Tags

Campeões da época de 2010/2011 reunidos em jantar convívio

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Equipa conquistou título distrital, subida à 3.ª Nacional e Supertaça de Aveiro

A época 2010/2011 foi inesquecível para a Associação Desportiva Sanjoanense, com a equipa sénior de futebol, constituída na sua totalidade por atletas formados no clube alvinegro, a terminar a temporada da melhor forma. Uma goleada na última jornada (4-0), frente ao Milheiroense, garantia o título distrital e a subida à então 3.ª Divisão Nacional, feitos a que se juntaria, pouco depois, a vitória na Supertaça de Aveiro com o triunfo dos alvinegros (4-3) diante do Estarreja.
As conquistas ficaram na memória e no passado dia 22 de junho foram recordadas por quase todos os protagonistas, que se reuniram num jantar convívio onde se viveu alguma nostalgia relembrando “os vários episódios da época”. “O objetivo foi mesmo a confraternização, o aproximar de pessoas que durante um ano estiveram quase todos os dias juntas, em prol do clube e do nosso principal objetivo, que passava por voltar a colocar a Sanjoanense num patamar de competição nacional”, esclarece Rui Miguel, impulsionador da iniciativa e que na altura fazia parte do plantel alvinegro. “A iniciativa foi minha e surgiu em conversa com o Alfredo Silva, que na época 2010/2011 era diretor para o futebol da Sanjoanense”, refere o organizador, garantindo que há muito planeava este convívio.
“Foi bom recordar que, apesar do início de época atribulado, com muitas pessoas da cidade a duvidar da nossa equipa e do nosso valor, o amor à camisola de um plantel, constituído na totalidade por jogadores formados na Sanjoanense, levou o clube ao título distrital e à conquista da Supertaça de Aveiro”, conta Rui Miguel. “Foi um ambiente saudável que se viveu, de enorme alegria e satisfação por revermos imensas pessoas que já não se encontravam há algum tempo”, acrescenta.
O evento serviu também para prestar homenagem a Fernando Pinto, mais conhecido como “Séninho”, que na altura era roupeiro do clube alvinegro, falecido em setembro de 2016. “Foi um elemento que nos acompanhou em todos os momentos da época, e que esteve sempre ao nosso lado, nas alegrias e nas tristezas”, recordou Rui Miguel. “Como já faleceu queríamos deixar uma salva e um agradecimento por tudo o que representou para a equipa e para o clube”, concluiu.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas