a informação essencial
Pub
Partilha

Campeonato de Portugal Prio

AD Sanjoanense, 0
UD Oliveirense, 2

Tags

Primeira derrota em casa surgiu no final

FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
FOTO: Nuno S. Ferreira
Partilha

Campeonato de Portugal Prio

AD Sanjoanense, 0
UD Oliveirense, 2

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia, em S. João da Madeira.
Árbitro: José Laranjeira, auxiliado por Duarte Santos e Paulo Santos (AF Coimbra).
AD Sanjoanense: João, Mica, Marcos, Júnior, Cauê, Danilo, Murilo (Júlio, 75’), Rúben Neves, Rafael (Pardal, 63’), André Pereira (Fabrício, 82’), Alísio.
Suplentes: Marco Pardal, Vasco, Júlio, Nadinho, Zé Pedro, Fabrício.
Treinador: Flávio das Neves.
UD Oliveirense: Filipe Ferreira, Sérgio Silva, Ricardo Tavares, João Mendes (Serginho, 67’), Alemão (Fábio Novo, 84’), João Amorim, Zé Pedro Freitas, Clayton (Kiki Balack, 73’), Fabian Cuero, Godinho, Gabi.
Suplentes: Gonçalo Gonçalves, Leo, Sé Sousa, Kiki Balack, Fabian Novo, Serginho, Raul.
Treinador: Pedro Miguel.
Marcha do marcador: 0-1 por Sérgio Silva (85’), 0-2 por Fábio Novo (88’).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ricardo Tavares (9’), Sérgio Silva (23’), João Mendes (37’), Rúben Neves (77’), Mica (80’), João Amorim (90’+4’).

Foi com Flávio das Neves a assistir ao jogo da bancada que a Sanjoanense sofreu a primeira derrota em casa, cedendo perante a Oliveirense com dois golos apontados nos últimos cinco minutos da partida.
O início parecia equilibrado, e a Sanjoanense ainda importunou o guardião oliveirense logo aos cinco minutos, mas foram os visitantes que com o decorrer da partida foram impondo o seu jogo, procurando tomar conta do meio campo alvinegro.
Com uma Oliveirense mais pressionante e a jogar mais próximo da baliza da Sanjoanense, aos 21 minutos de jogo João Mendes podia ter inaugurado o marcador, quando num livre direto, junto à grande área alvinegra, atira forte e colocado obrigando João, com uma defesa apertada, a desviar para canto.
Sem que a Sanjoanense conseguisse responder, foi a formação de Oliveira de Azeméis que voltou estar mais perto do golo minutos depois, com Ricardo Tavares, numa jogada pelo corredor esquerdo, a cruzar para a área e onde surge Fabian Cuero a atirar de cabeça à trave.
Já depois da meia hora um desentendimento entre João Amorim e o colombiano permitiu a antecipação do guardião alvinegro.
Na segunda parte a Sanjoanense entrou melhor e conseguiu algum domínio da partida, mas sem criar grande perigo para a baliza à guarda de Filipe Ferreira. E uma das melhores oportunidades dos locais foi à passagem dos 75 minutos, quando num remate dos visitantes Pardal recupera a bola e procurando tirar proveito do posicionamento avançado no terreno dos adversários tenta surpreender o guardião da Oliveirense que foi forçado a uma defesa apertada.
Os visitantes voltaram a equilibrar a partida e com o encontro já perto do final, acabariam por chegar ao golo por Sérgio Silva, onde João não está isento de culpas. Com a desvantagem a Sanjoanense acabou por perder o controlo e instantes depois acaba por sofrer o segundo.
Com este resultado a Oliveirense ascendeu à segunda posição e empurrou a Sanjoanense para o terceiro lugar.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas