a informação essencial
Pub
Partilha

Competição juntou 147 elementos de 18 associações

Tags

Atletas sanjoanense em bom plano na primeira prova da época de Boccia Sénior

FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Competição juntou 147 elementos de 18 associações

Os Pavilhões Municipais da Maia e de Águas Santas acolheram, no passado dia 13 de dezembro, o arranque da nova época de Boccia Sénior individual, com a realização da primeira prova Zona Porto. A competição juntou um total de 147 atletas nas eliminatórias, provenientes de 18 associações, entre as quais duas sanjoanenses. A Associação Cultural e Recreativa “É Bom Viver” fez-se representar por 13 atletas, tal como a Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira.
Após uma breve reunião, a competição arrancou pelas 10h00 com todos os atletas a terem, obrigatoriamente, que realizar três jogos ao longo do primeiro dia de competição, sendo que os vencedores em todas as partidas garantiam, automaticamente, passagem à fase final, enquanto os elementos com apenas uma derrota seriam repescados.
No final do primeiro dia de competição eram 10 os elementos da “É Bom Viver” apurados para a fase final, sendo que na Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira eram quatro os atletas com presença confirmada na etapa do dia 15.
Já as finais, concentradas no Pavilhão Municipal da Maia, não correram da melhor forma para as equipas sanjoanenses, com a maioria dos 14 elementos de S. João da Madeira a ficarem pelo caminho logo no primeiro jogo. Nos oitavos de final eram apenas quatro os atletas sanjoanenses em prova, três da “É Bom Viver” (Joaquim Guerra, Ana Maria Martins e Nair da Silva Pinho), e um da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira (Maria Alves da Silva).
Contudo, esta fase da competição acabaria por ditar um encontro entre duas atletas da mesma equipa, sendo que Ana Maria Martins, com um resultado de 0-9, levou a melhor sobre Nair da Silva Pinho, que acabou afastada da prova. O mesmo viria a acontecer com Joaquim Guerra, da “É Bom Viver”, após uma derrota por 3-4. Já a atleta da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira, Maria Alves da Silva, manteve-se em prova ao bater a adversária do CSPS Pedro de Bairro (SPB) por 4-0.
Os quartos de final da competição acabariam por reduzir ainda mais a representação sanjoanense, desta feita com Ana Maria Martins, da “É Bom Viver”, a ceder frente a José Oliveira, da Lar Monte dos Burgos, por 2-5, enquanto Maria Alves da Silva, da Santa Casa da Misericórdia sanjoanense, garantia a continuidade com a vitória, por 6-4, sobre a adversária da SPB, Gavina Faria.
E depois de um excelente percurso na competição, a atleta Maria Alves da Silva acabaria eliminada nas meias finais por Maria Emília Mota, com a atleta da Camara Municipal Porto Lazer (CPL) a vencer a sanjoanense por 0-7. Na outra prova das meias finais Fernando José Pereira, da equipa Lar Monte dos Burgos (LMB), cedeu perante Custódio Sousa, da Camara Municipal da Maia (CMM), por 0-6.
Já no encontro decisivo Maria Emília Mota, da CPL, derrotou Custódio Sousa, da CMM, por 9-1, conquistado o primeiro lugar da prova.
No apuramento para o terceiro lugar a atleta sanjoanense da Santa Casa da Misericórdia, Maria Alves da Silva, acabaria por ceder frente a Fernando José Pereira. Depois de uma igualdade a 3-3 o atleta da LMB foi mais feliz no desempate derrotando a jogadora de S. João da Madeira por 4-3.

Classificação final:

1.º - Maria Emília Mota (Câmara Municipal Porto Lazer - CPL)
2.º - Custódio Sousa (Câmara Municipal da Maia - CMM)
3.º - Fernando José Pereira (Lar Monte dos Burgos - LMB)

Comentários

Pub

Notícias relacionadas