a informação essencial
Pub
Partilha

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão de Andebol

AC Estarreja, 24
AD Sanjoanense, 35

Tags

Alvinegros terminam ano sem perder

FOTO: Direitos Reservados
Partilha

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão de Andebol

AC Estarreja, 24
AD Sanjoanense, 35

Jogo no Pavilhão Municipal de Estarreja.
Árbitros: Nuno Marques e João Correia.
AC Estarreja: Diogo Liberato, Edgar Figueira, Marco Ferreira (2), Daniel Campos, Tiago Arrojado (10), André Vieira (5), Diogo Vaia (2), António Silva, João Santos, André Rego, André Lima, Tomás Almeida (3), Tiago Marreiros, Pedro Oliveira, Rafael Almeida, Tiago Couto (5).
Treinador: Rui Liberato.
AD Sanjoanense: Mansores, João Pinhal, Xavier Costa, Rúben Oliveira (1), Emanuel Silva, Alex Relvas (8), Rui Rodrigues (6), Pedro Garcia (11), Ricardo C. Pinho (4), António Brandão (2), Mário Lopes, Fábio Gonçalves (1), Hugo Terra, Pedro Amorim, Fabian Scheck.
Treinador: Nuno Baptista.
Ao intervalo:12-18.

Este era um jogo aguardado com alguma apreensão. Num dérbi aveirense e após o equilíbrio registado na primeira jornada, em que a Sanjoanense venceu, nas Travessas, apenas por um golo de vantagem, fazia prever uma partida muito disputada.
E para este encontro, para além das lesões que afetam alguns elementos, a Sanjoanense também não pode contar com a presença de Bruno Pinho, que normalmente é uma peça fundamental na manobra ofensiva da equipa alvinegra, mas que se encontra castigado.
A condição de líder da Sanjoanense tem levado muito público aos jogos, tanto em casa como fora, e este encontro não foi exceção.
Dominando praticamente toda a partida, a Sanjoanense teve uma entrada em jogo intensa e a grande velocidade, conseguindo sair para o intervalo com uma vantagem de seis golos (12-18), diferença que permitiu que o conjunto de S. João da Madeira realizasse uma segunda parte tranquila, gerindo a liderança no marcador.
Os alvinegros estiveram bastante consistentes na defesa, onde Vítor Pinhal e Rui Rodrigues estiveram implacáveis ao centro.
Já no ataque, o incontornável Pedro Garcia assumiu a rédeas do jogo e brilhou com 11 golos marcados. De destacar também a grande exibição de Alexandre Relvas, com oito golos apontados, e do guardião Ricardo Gaspar “Mansores”, que realizou uma excelente exibição na baliza, transmitindo a confiança que a equipa necessitava.
Com mais esta vitória a Sanjoanense termina o ano de 2016 sem qualquer derrota no campeonato, competição que lidera com 28 pontos e com o melhor ataque da 2.ª Divisão, contando com 322 golos marcados. A próxima jornada, agendada para 14 de janeiro, será no Pavilhão das Travessas, com o Benavente.

Comentários

Pub

Notícias relacionadas