a informação essencial
Pub

8 out 2016 - 15h29
2041 S. João da Madeira
01-04-2016
31 mar 2016
João Brandão, 49 anos, Presidente do Conselho de Administração da ERT
31 mar 2016
Manuel Castro Almeida, 58 anos, Ex-Presidente da Câmara, PSD
S. João da Madeira será daqui a 25 anos o que os Sanjoanenses quiserem que seja. Não acredito que seja o destino a dirigir a vida das pessoas, das comunidades ou dos povos. Acredito sim nas escolhas, nas opções, nas prioridades que cada comunidade abraça em cada momento. Não acredito no determinismo como crença que limita a nossa liberdade e a nossa autodeterminação.
31 mar 2016
Manuel Carlos Silva, 63 anos, Diretor-Geral da APICCAPS desde 1978
31 mar 2016
Augusto Araújo, 58 anos, Professor de Educação Física na Secundário Serafim Leite, Treinador da Equipa Sénior de Basquetebol da Sanjoanense. Foi Selecionador Nacional de SUB-16 durante oito anos e atleta de basquetebol até aos 22
Mais e melhores equipamentos desportivos na cidade em 2041. Augusto Araújo acredita que é por aqui que o concelho se evidenciará de todos os outros.
31 mar 2016
Mário Pessegueiro, 56 anos, Arquiteto
31 mar 2016
Pedro Nuno Santos, 38 anos, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, PS
31 mar 2016
Fausto Sá, 73 anos, proprietário do Grupo Centro Médico da Praça
31 mar 2016
Pedro Ventura, 48 anos, Empresário
31 mar 2016
João Almeida, 39 anos, Deputado na Assembleia da República, CDS-PP
31 mar 2016
Moisés Ferreira, 30 anos, Deputado na Assembleia da República, BE
Escrever sobre o que pode vir a ser o concelho de S. João da Madeira é diferente de escrever sobre o que virá a ser. A primeira tem a ver com as potencialidades do concelho, a segunda sobre se essas potencialidades estão ou não a ser aproveitadas. Imaginar o concelho daqui a 25 anos é um exercício que só pode partir desta análise: em primeiro lugar, perceber e identificar as potencialidades e dificuldades; em segundo lugar, perceber se a gestão do concelho está a aproveitar as potencialidades e a superar as dificuldades.
31 mar 2016
Maria Fernanda Martins Vaz da Silva Fidalgo, mais conhecida como a professora Fernanda Fidalgo, tem 70 anos, e deu aulas de história durante 36 anos, maioritariamente, em S. João da Madeira